Althoff
Segurança

Idoso é morto e jogado em barranco no interior de Nova Veneza

Willians Biehl
Por Francine Ferreira com edição de Willians Biehl

Corpo foi encontrado na comunidade de São Francisco; casa e veículo da vítima foram incendiados em Balneário Rincão.

O corpo do idoso Agenor Della Bruna, de 69 anos, foi encontrado na tarde desta quarta-feira, 9, por volta das 16h. Ele estava com as mãos amarradas, sinais de tortura e com ferimentos de facadas no peito e na nuca. A vítima foi encontrada por um agricultor que foi até o local colher bananas, na comunidade de São Francisco, na localidade conhecida como “Serrinha”, interior de Nova Veneza.

A vítima estava desaparecida desde a madrugada desta quarta-feira, 9, quando sua residência foi incendiada no bairro Lagoa dos Esteves, em Balneário Rincão, e seu automóvel Ford Ecosport foi encontrado, também em chamas, na Estrada Geral da Barra Velha, nas proximidades da Plataforma da Zona Sul.

De acordo com o delegado Jorge Giraldi, que responde pela Delegacia de Polícia Civil do Balneário Rincão durante a Operação Veraneio e está responsável pelo caso, a principal linha de investigação trata o crime como um latrocínio.

Careás
Nossa Loja
Amboni Refrigeração
Roteiros do Sul
Dolomiti Caravaggio
Fabio Bratti Engenharia

“Haja visto que na casa da vítima havia gotas de sangue e que os filhos perceberam que objetos foram roubados do local. Era um senhor que morava sozinho e não tinha qualquer inimizade aparente ou grandes posses, possuía bom relacionamento com os vizinhos, uma residência bem conservada e vivia uma vida tranquila”, argumenta a autoridade policial.

As gotas de sangue foram encontradas na garagem da residência e, posteriormente, houve a constatação que alguns objetos da casa haviam sumido. Os autores do crime ainda fugiram levando o automóvel da vítima, que posteriormente foi encontrado incendiado.

De acordo com testemunhas, que eram vizinhas de Agenor, na tarde da última terça-feira um automóvel Corsa Sedan de cor prata, foi visto na residência da vítima. Os moradores próximos estranharam o fato, uma vez que o idoso não costumava receber visitas.

O próprio filho de Agenor fez o reconhecimento do corpo, quando encontrado. Foram acionadas para a ocorrência, a Polícia Militar, Polícia Civil, Instituto Médico Legal e Instituto Geral de Perícias.

A vítima, Agenor Della Bruna, de 69 anos.


Coopera rodapé
Topo