Ter razão ou ser feliz? No Brasil, a famosa questão filosófica pode ser trocada por “emagrecer ou ser feliz”: de acordo com a análise de buscas feitas por brasileiros em 2018, uma consultoria de marketing digital constatou que cerca de 112 mil eram sobre emagrecimento, e apenas 23 mil se relacionavam à felicidade. Embora para muita gente ambos sejam sinônimos, é fato que o brasileiro busca magreza mais do que felicidade, de acordo com a pesquisa. Porém, na hora de perder peso, é comum que surjam dúvidas sobre qual é a atividade física mais eficaz.

Diante desse cenário, muitos acabam se questionando sobre o que é melhor para emagreder, se exercícios aeróbicos ou ausculação. Antes de mais nada, é importante entender as diferenças entre as duas modalidades. Enquanto a musculação, que atrai cada vez mais adeptos, é um exercício praticado para o desenvolvimento e treinamento dos músculos, o aeróbio estimula o aumento da capacidade respiratória dos músculos.

Um exemplo de aeróbico é uma corrida de ao menos 30 minutos de intensidade moderada. Cada atividade tem a sua função e pode contribuir de diferentes formas para alcançar ou manter uma boa forma física. Segundo especialistas em educação física, na musculação, o principal foco costuma ser a estética e, consequentemente, seus adeptos adquirem a hipertrofia e um maior fortalecimento muscular. Já quem costuma praticar exercícios aeróbicos visa um condicionamento físico mais profundo e a queima calórica.

Aeróbicos ou musculação: qual o melhor para emagrecer?

Tão importante quanto a definição da atividade física é manter uma dieta equilibrada, além de hábitos saudáveis como dormir bem. Tudo isso aliado à prática de exercícios assim como a ingestão de suplementos para emagrecer, compõem a estratégia mais eficaz para a perda de peso com saúde. Suplementos como o picolinato de cromo são muito indicados pois ajudam a controlar a vontade de consumir doces, otimizando ainda mais a estratégia de emagrecimento com dieta, atividade e acompanhamento.

Correr, malhar e suplementar: uma estratégia de ouro para perder peso

Muitos profissionais afirmam que não há problema em combinar aeróbicos ou musculação no mesmo treino – e que isso pode ser benéfico para a perda de peso. Ou seja, na dúvida entre correr ou malhar, uma opção inteligente é fazer os dois, sempre combinando a dieta com a prática da atividade física e acompanhamento com um especialista. Um estudo feito na New York Obesity Nutrition Research Center, por exemplo, acompanhou dois grupos (ambos com pacientes com sobrepeso) por um ano.

Enquanto um grupo teve orientação para praticar exercícios físicos e dieta, o outro também teve acompanhamento diário dos treinos com profissionais de educação física. O resultado foi que o segundo grupo obteve uma perda de peso em mais de 7% do que o primeiro, o que reforça a importância de especialistas durante os treinos e também para definir qual a melhor atividade física para o objetivo desejado.

Porém, nos casos em que é preciso optar por apenas um tipo de atividade física para perder peso, os especialistas recomendam o treino aeróbico como a melhor opção para emagrecer. Segundo treinadores, é recomendável que os dois exercícios sejam praticados, pois a musculação faz com que as estruturas internas se fortaleçam, o que diminui o risco de lesões nas articulações durante os aeróbicos. Mas, por que eles são a melhor opção para perder peso?

Segundo especialistas, quanto realizados frequentemente, os exercícios aeróbicos promovem uma aceleração do metabolismo, o que acaba por gerar a tão esperada perda de peso. Isso ocorre porque, durante a fase EPOC (que significa consumo excessivo de oxigênio após as atividades), o organismo metaboliza a gordura. E é justamente por isso que os exercícios aeróbicos devem ser praticados ao menos duas vezes semanalmente, caso contrário, o metabolismo pode acabar entrando em homeostase (estabilidade), o que reduz a perda de peso.

Mas a musculação não deve ser deixada de lado por quem prefere a modalidade: seu treinamento resistido, como é conhecida, também ajuda a queimar muitas calorias, bem como no condicionamento físico. Tudo depende da intensidade e frequência com que ela é praticidade. Uma boa dica para quem deseja perder peso e se manter bem condicionado é praticar o treinamento funcional, um dos circuitos dentro da musculação. Com o combo exercício físico, dieta e suplementação, o sonho de perder peso se torna uma realidade.