Política

Valter Waterkemper pede desfiliação do PSD

Por Willians Biehl

Valter Leoni Waterkemper assinou a desfiliação do partido na última sexta-feira.

Membro da executiva, secretário e um dos fundadores do PSD em Nova Veneza, o administrador financeiro aposentado, Valter Leoni Waterkemper, assinou sua ficha de desfiliação do partido na última sexta-feira, 8.

Segundo Waterkemper, a forma como está a distribuição dos cargos do partido na administração municipal, seria uma imoralidade, concentrada basicamente em amigos e parentes do vice-prefeito Zé Spilere e do vereador Biro-Biro Minatto.

“Acho que nem tudo que é legal é moral, e que daqui pra frente partido que não tiver ética profissional, vai ser difícil se manter no poder,” afirmou Valter.

Waterkemper era diretor geral da Câmara de Vereadores de Nova Veneza e foi exonerado no fim de dezembro de 2018, quando se desentendeu com o ex-presidente da casa, Biro-Biro Minatto. O ex-diretor afirmou que logo após sua demissão, já havia conversado com a família, e que não voltaria a ocupar o cargo, se novamente convidado.

No início de fevereiro o partido se reuniu, e conforme relato de Valter, os cargos comissionados da Câmara, que hoje estão todos com o PSD, também caminham para serem ocupados por parentes dos membros da cúpula do partido.

Topo