Polêmica

Prefeitura de Içara se manifesta sobre exames para bebê que caiu de trocador em creche de Nova Veneza

blank
©Pixabay

Na última semana, mãe da criança tornou pública a busca por suporte para acompanhamento da filha.

Após a publicação de uma reportagem, na última semana, em que a mãe da bebê que caiu de um trocador em uma creche de Nova Veneza cobrava suporte para a realização de exames de acompanhamento da situação de saúde da filha, a Prefeitura de Içara, citada na matéria, também se manifestou. Conforme a coordenadora da Atenção Básica da cidade, Iane Savi Silveira, até então, o município ainda não havia sido procurado pela mãe da criança.

A situação envolve a cidade vizinha à Nova Veneza, porque atualmente, a família mora em terras içarenses. “Verifiquei nossos registros e consta atendimento de urgência na unidade de saúde em março de 2020. Após este período, não encontramos registros de que a criança compareceu à unidade de saúde, solicitação de exames ou médico especialista”, argumenta Iane.

A coordenadora da Atenção Básica de Içara explica que, seguindo o sistema de regulação do Estado de Santa Catarina, há uma lista de espera e, de acordo com o diagnóstico da doença que a pessoa tenha, há um médico regulador do município que pode dar prioridade ao caso. ” Se a mãe tivesse nos procurado, tentaríamos agilizar, de acordo com os critérios clínicos que a criança apresenta, mas eu realmente eu não tenho registro nenhum”, completa.

Segundo as orientações repassadas por Iane, o primeiro passo é que a mãe procure a unidade de saúde do bairro em que a família está morando, para que a equipe possa entender a real necessidade da criança e dar início a todo o processo. “Ali irão dar os encaminhamentos necessários. Se no nosso município não tiver disponível algum tipo de especialidade que ela precise, será encaminhada para fora do domicílio, mas tudo pelo SUS”, finaliza.

Por Francine Ferreira

Todos os dias as notícias do
Portal Veneza no seu e-mail

Leia nossa política de privacidade para mais detalhes.