Prefeitura
Colunistas

As mensagens das Novelas

Os temas de novelas geralmente são polêmicos e dividem opiniões, a Rede Globo com certeza é a mais criticada.

Não vou negar que assisto novelas, mas sempre da Globo. Nunca parei para ver uma de outro canal para saber se são tão instigantes ou não.

No enredo de uma novela existe muitos temas sociais que são abordados no transcorrer da trama. Alguns batem de frente com tua opinião e fica difícil concordar, outros já “fecham” mais com tua forma de pensar.

Sempre digo para as pessoas que criticam novelas: é preciso assisti-las do começo ao fim para entender a moral da história. Geralmente a mocinha fica com o mocinho e o bandido recebe o castigo que merece ou se regenera.

Padaria São Marcos
Gran Amore
Anaquel Estética
Farmácia Gorini
Careás
Dolomiti Caravaggio

Mas, tem um tema que está me incomodando: as moças que trabalham no bordel da novela da Rede Globo “O Outro Lado do Paraíso”.

Perceberam como está se encaminhando a história de cada uma das garotas que lá trabalham? As jovens foram parar no bordel por vários motivos: umas por desqualificação para competir no mercado de trabalho; outra porque era “mulher largada” e o pai não aceitou-a de volta; outra o próprio marido a colocou na prostituição e assim vários outros motivos.

Karina engravidou de um rapaz rico, casou e separou-se dele, os pais a receberam de braços abertos, volta pra casa e diz que vai estudar e continuar sua vida como filhinha de papai. Nada contra. Sem preconceito.

Desirré tentou casar com um “pato” fingindo ser “moça séria”. Foi descoberta antes do casamento, com o tempo ele a perdoou e agora estão de casamento marcado novamente. O impressionante é que o cujo pato mora na mesma cidadezinha do bordel e não sabia do seu passado.

A neta da dona Mercedes foi trabalhar no bordel porque achava tudo muito lindo, colorido, alegre. Por lá trabalhou um bom tempo e foi “salva” por um jovem rapaz que a desposou. Que romântico!

E o trabalho escravo? Perceberam que em poucas vezes ele aparece? Porém só é discutido quando a garota consegue sair do bordel e alguém paga suas dívidas. Dívidas adquiridas com comida, hospedagem, roupas, maquiagens.

Parece tudo muito fácil não? Mas na realidade sabemos que não é assim tão fácil se livrar de um tipo deste de trabalho. A novela mostra somente o glamour do bordel.

Não critico o bordel em si nem as moças que lá trabalham, não tenho preconceito quanto ao tipo de vida que levam, são seres humanos e temos que respeitar suas escolhas mesmo que sejam contra nossos princípios.

O que me preocupa é a vida “boa” mostrada naquele ambiente de trabalho, a felicidade e disposição demonstradas pelas garotas mesmo quando vão fazer seu trabalho.

Mais ainda, o final feliz que todas estão tendo. Não que elas não mereçam, mas sabemos que em nossa sociedade, infelizmente, isto é difícil de acontecer. O que a novela está mostrando é ficção, fantasia, passa muito longe da realidade.

Os capítulos da vida real não acabam sempre assim com final feliz, não. Nossas histórias de vida estão aí para comprovar como a vida realmente é.

Pé no chão e fiquem com Deus!

Maria Margarete Olimpio Ugioni


Coopera rodapé
Topo