Hospital São Marcos: vereadores solicitam dados para entender realidade antes do retorno do patrimônio ao município

O legislativo e executivo de Nova Veneza estudam a retomada do Hospital São Marcos, patrimônio que no passado foi doado por Nova Veneza para a Congregação das Irmãs Beneditinas, ao município. Em reunião nesta terça-feira, 10, o presidente da Câmara de Vereadores, Evandro Gava, solicitou em ofício alguns dados acerca da saúde financeira da instituição para análise do assunto. 

Evandro requereu ao prefeito Rogério Frigo que solicite ao Instituto Maria Schmitt (Imas), que hoje administra o hospital, informações sobre balancetes, livro diário, fluxo de caixa, livro razão e relação de patrimônio. “Precisamos fazer essa análise para entender a realidade do patrimônio que o município poderá estar recebendo. Somos a favor que Nova Veneza administre sim o hospital e que melhore a sua estrutura. Mas esses dados são extremamente importantes para que o futuro do hospital possa ser planejado”, falou.

Também participou da reunião a irmã Maria José Barbosa dos Santos, presidente da Congregação, que está na Bolívia, e conversou com os presentes através de videoconferência sobre a doação do espaço físico. “Por 78 anos a congregação esteve à frente da administração, mas desde 2014 o hospital não é gerido por nós. Resolvemos que pessoas técnicas devem fazer esse trabalho”, comentou.

Por Flávia R. Bortolotto

Todos os dias as notícias do
Portal Veneza no seu e-mail

Leia nossa política de privacidade para mais detalhes.

Bloqueio de anúncio detectado!

Por favor, para continuar é necessário desativar seu bloqueador de anúncios!