Infoway cabeçalho
Alane Rodrigues

5 dicas para otimizar sua cozinha

Olá querido leitor! Já foi o tempo em que a cozinha era considerada um local de serviço à ser escondido e excluído do restante da casa, atualmente, este ambiente pode até mesmo ser considerado o mais importante da residência, vista sua importância como ambiente social e também o investimento que o mesmo demanda para que as necessidade sejam satisfeitas com uma estética agradável.

Crepe Mio P
Pulsare P
Auto Lavação de Venezia
Bel Mercearia

Se você está pensando em construir, reformar ou apenas dar aquela repaginada na sua cozinha já existente, se aprume aí e comece a anotar as dicas de hoje, porque nós vamos te ajudar a otimizar a utilização da sua área de cocção!

1- Disposição dos elementos

A primeira dica e a mais primordial de todas é a disposição dos elementos dentro de sua cozinha. A ordem sempre deve ser: “Pegue a comida – Lave – Cozinhe”, logo, o trio Geladeira – Pia – Fogão, deve estar nesta ordem respectiva, caso a sua cozinha seja do tipo corredor. Se a sua cozinha for americana, ou contar com bancadas paralelas, siga um dos esquemas abaixo:

2 – Defina os materiais corretos

Escolher materiais adequados para compor a sua nova cozinha evitará muitos transtornos futuros, como, inchamento ou manchas nas superfícies, por exemplo. O ideal, é que os móveis sejam trabalhados em MDF (não vai cair na conversa de que o MDP é a mesma coisa, hein?!) e as superfícies de trabalho sejam todas em um material não poroso, como granito, mármore ou inox.

Caso a sua escolha seja pelas pedras naturais, verifique inicialmente a qualidade dos materiais, como é feito o polimento? O material não continua poroso, mesmo depois de polido? Caso isso ocorra qualquer produto, como molho de tomate, por exemplo, que for derramado sobre sua bancada, impregnará na sua linda pedra e sua bancada perderá todo o charme.

Após verificar a qualidade do material, verifique também a qualidade da prestação do serviço, visite outras casas onde o marmoreiro tenha executado serviços, se o selamento deste não for bom, desista, suas pedras ficarão todas manchadas após um tempo, mesmo que o material utilizado seja o melhor do mundo!

3 – Defina quais seus eletro-domésticos antes da compra  dos módulos ou encomenda do móvel planejado

O motivo é simples, muito eletros ou elementos da cozinha, precisam de nichos específicos para serem instalados, como é o caso da cuba instalada numa bancada de mármore, um nicho para geladeira ou fornos embutidos, por exemplo.

De preferencia, além de escolher quais os itens que você gostaria de ter, já os compre, antes da execução dos móveis, para que os marceneiros possam retirar todas as medidas de todos estes elementos e você não tenha surpresas desagradáveis no final.

Muitos profissionais se esquecem disso e acabam trabalhando com medidas padrão, e daí, aquele seu sonho de ter uma geladeira side-by-side, simplesmente vai para o espaço! Ou para a gaveta, para ser realizado daqui uns 10 anos, quando você resolver fazer uma cozinha nova… Vai que né!

4 – PENSE EM TODAS AS DIVISÓRIAS QUE VOCÊ PRECISA

Se você está encomendando um móvel planejado, então, nem titubeie! Pode colocar o google para funcionar e começar a pesquisar as infinitas possibilidade de divisórias de gavetas, portas, aramados, suportes, lixeiras embutidas, carrinhos auxiliares e tudo o mais que você sonhar que existe.

Leve tudo isso ao profissional que estiver cuidando de seu projeto, e converse sobre as possibilidades. Caso esteja fechando diretamente com o marceneiro, verifique o nível de experiência do mesmo, com determinados detalhes, também não adianta construir a cozinha dos sonhos, e depois as portas não abrirem porque seu marceneiro fez uma gaveta abrindo em frente a porta e outras “amadorices” do tipo que encontramos por aí.

5 – PENSE E PLANEJE MUITO CADA DETALHE

Se existe uma coisa que eu sempre digo é a seguinte: “Se marceneiro soubesse fazer projeto, ele seria arquiteto e não marceneiro, o contrário também é verdade.” Por isso, sempre que possível, busque profissionais capacitados, para cada etapa de sua obra, um bom projeto é o melhor inicio que se pode ter para tudo na vida.

Se você vai viajar, você planeja cada detalhe do seu itinerário, os check-ins, check-outs, o que levar na mala, os horários para não se atrasar. Se você vai casar, é a mesma coisa, porque então, com a sua casa, o seu lar, o local onde você vai viver diariamente, seria diferente? Procure um arquiteto ou designer e exponha a sua situação, se não tiver como pagar por um projeto, solicite-o uma consultoria, onde ele vai lhe expor ideias e diretrizes a serem seguidas.

Pesquise o máximo possível por sua conta, se imagine utilizando cada cantinho de sua cozinha, para ter a certeza de que nada sairá fora do roteiro, e depois pesquise o trabalho dos profissionais que irão executar a sua cozinha.

Seu arquiteto lhe indicou alguém? Peça para visitar uma obra do marceneiro e do marmoreiro em questão. Fez o contato por conta própria? Faça o mesmo e com ainda mais cautela. Não contrate pessoas de olhos vendados, é mais do que o seu dinheiro que você os está confiando, é o seu sonho!

Espero poder ter ajudado à esclarecer um pouco os primeiros passos e os pontos mais importantes a serem pensados e discutidos no momento de se montar uma cozinha, ela se tornou o coração de nossas casas, então, vamos dar à ela o seu devido valor. Uma ótima semana à todos!


Topo