Por Willians Biehl

Protocolado pelo Sindicato dos Árbitros de Futebol do Estado de Santa Catarina (Sinafesc), no dia 2 de agosto deste ano, documento pedia que o legislativo neoveneziano tomasse providências em relação ao vereador Edaltro Luiz Bortolotto, envolvido na confusão onde a equipe de arbitragem acabou sendo agredida durante a partida entre City F.C. x Jardim Florença, válida pelo campeonato municipal de futebol de campo 2019.

Segundo o sindicato, o legislativo foi omisso, dando a palavra apenas para Bortolotto, sem ouvir o árbitro agredido, André Martinho Miguel.  Ainda segundo a publicação, o sindicato continuará acompanhando o caso e tomará todas as providências cabíveis.

Na resposta, o presidente da Câmara de Vereadores de Nova Veneza, César Augusto Pasetto, afirma que os órgãos acionados no dia do fato já estão cuidando do caso, e que Edaltro já esclareceu o fato aos outros vereadores, no uso da tribuna da Casa.