Colunistas

Velha, fica em casa

Todo lugar pode ser um encontro com a sabedoria e cultura, principalmente quando podemos contar com a presença de pessoas com mais idade no nosso convívio.

Fui a uma festa em honra a São Francisco, na localidade de mesmo nome em Nova Veneza, local onde tenho residência e criei meus filhos. São nestes momentos que encontro todos os conhecidos, vizinhos, amigos e, pessoas sábias. Lá encontrei dona Nina, moradora há muito tempo de São Francisco. Senhora muito simpática, alegre, festeira, está sempre presente nos eventos e, conversa vai conversa vem me disse que anda um pouco desanimada.

Fiquei assustada, se a dona Nina está desanimada o que vai ser de mim que hoje já não tenho a vitalidade que ela sempre demonstrou! Disse-me ela que anda “meio pra baixo” que está muito “velha” – palavras dela – e que acha que não deve sair tanto de casa como antes fazia, pois já está perto dos noventa anos e que seria prudente se resguardar mais em casa.

Porém, certos dias sente vontade de sair, conversar, se divertir um pouco. Segundo ela a vida é tão boa e não devemos desperdiçar a oportunidade que Deus nos dá de estar viva.

Dona Nina diz ter um truque que sempre dá certo, basta a gente encarar. Conversando ela me contou que quando pretende sair se põe diante do espelho, olha a imagem que vê refletida, que nem sempre se agrada, fita nos olhos desta imagem e diz:

– Velha, tu fica em casa que eu vou sair.

Achei simplesmente espetacular e inteligente a atitude dela. Toda vez que me sentir acabada, velha, desanimada, me sentindo no fim da vida vou lembrar destas palavras mágicas.

Sim, elas são mágicas e ao mesmo tempo real. Nosso espírito e mente não compactuam com o que vê no espelho, se nosso corpo envelhece, enfraquece mas nossa “cabeça” não na mesma proporcionalidade. Tenho certeza que muitos de vocês já se pegaram dizendo que não se sentem com a idade que tem. Eu particularmente, hoje, me sinto assim: corpo, carcaça em decadência mas mente cada vez mais aberta para o mundo e curiosa de novidades.

Nossa beleza e vitalidade está no nosso interior, na alma, o que o espelho nos mostra todo dia é apenas a embalagem do produto e sabemos que nem sempre a embalagem condiz com o seu conteúdo.

Se por acaso você não anda contente com o que seu espelho está refletindo, não deixe que esta imagem decida o que você pode e deve fazer, lembre-se sempre da dona Nina e de suas sábias palavras.

O conteúdo da nossa embalagem é muito melhor, é a essência do ser humano e essa essência o espelho não consegue alcançar. Boa noite!

Maria Margarete Olimpio Ugioni

Topo
NOSSAS NOTÍCIAS NO SEU E-MAIL
Receba uma vez por dia no seu e-mail, as notícias do Portal Veneza
Suas informações nunca serão compartilhadas com terceiros.