O clássico Dom Casmurro, de Machado de Assis, é um livro marcante da literatura brasileira e vale a pena ser lido. Foi publicado pela primeira vez em 1899, mas apesar da época, o texto é de fácil leitura e a história flui despertando a curiosidade. O romance é escrito em primeira pessoa e começa com Bentinho contando como recebeu o apelido de Dom Casmurro. Na sequência conta como descobriu sua paixão pela amiga de infância Capitu e como os dois planejaram para mudar o destino já definido pela mãe do garoto, que era de ser padre.

Na narrativa, Bentinho fala de seus aliados, de seus poucos amigos, de sua amada e de sua vida que seguia normalmente. Então os dois se casam e o casal demora a ter filhos, mas um menino chega na família e é a alegria de todos. Até que o ciúme começa a perseguir Bentinho e apesar de não ter certeza se Capitu o traiu ou não, nada o convence do contrário.

Será que Capitu traiu Bentinho? A história tem apenas a versão dele. Tire suas conclusões lendo este romance e conheça a versão do protagonista e um pouco de Machado de Assis. Nem tudo o que parece é, mas neste caso a dúvida sempre estará presente.

Dom Casmurro, de Machado de Assis – 220 páginas.