Colunistas

Sobre aceitar o “não”

Instagram.com/proclamandoagloria
twitter.com/goj_pg
facebook.com/proclamandoagloria
YouTube.com/FamíliaPG

Seria muito fácil receber tudo que pedimos, mas às vezes recebemos alguns “nãos” e dói. Rasga. Ecoa. Mas será que tudo que pedimos estamos preparados para receber? Temos de ter sabedoria sobre o que pedir a Deus e conforme a Sua vontade, Ele a dará. Deus tem olhos a frente dos nossos, enxerga o que não conseguimos ver com olhos humanos, vê o precipício, que tapamos nossos olhos para não ver.

Quando queremos algo, ficamos cegos e Deus com seu infinito amor, nos tira a venda e nos mostra que se Ele nos desse o que pedimos na hora em que queremos, talvez nós nos machucaríamos ou machucaríamos quem amamos por falta de maturidade. Somos orgulhosos, não entendemos que Deus tem o melhor para nós. Batemos pés. Teimamos. Lutamos. Cegos, surdos e aos berros. Deus é pai.

E como um pai, dá coisas boas aos filhos, mas com cuidado, no momento certo. Um pai não dá um carro para uma criança dirigir. Assim, da mesma forma, Deus age conosco em algumas situações. Só nos dá o que pedimos quando estamos prontos. Com discernimento. Com maturidade. Sem tormentos. Sem indecisões.  Para que no momento certo, possamos aproveitar o melhor do presente dado, que foi tanto desejado. Por vezes vai demorar, temos de ter paciência.

O tempo nos dirá. Precisamos estar totalmente curados de traumas passados para viver o novo. Precisamos nos reestruturar. Precisamos de um tempo conosco para saber o que queremos de fato e nos realinhar. Deus não esquece dos nossos pedidos, Ele anota todos, e dá o “ok” conforme nossas necessidades e sabedoria para usufruir tal graça. Novamente: Deus não esquece nossos pedidos, mas se Ele disse “não”, é porque não era a hora… Talvez, outrora.

E temos de saber lidar com isso. Ele sabe o que é melhor para nós. Precisamos entender, para não entrar no martírio da frustração. E o “não” vai doer. Vai maltratar. Mas vai ser necessário, para que lá na frente você esteja preparado para o “sim”. Um “sim” concreto, sem dúvida, sem receio, sem dor, sem medo.

“Assim, se vós, sendo maus, sabeis dar bons presentes aos vossos filhos, quanto mais vosso Pai que está nos céus dará o que é bom aos que lhe pedirem.” Mateus 7:11

Graça e paz!

Topo
NOSSAS NOTÍCIAS NO SEU E-MAIL
Receba uma vez por dia no seu e-mail, as notícias do Portal Veneza
Suas informações nunca serão compartilhadas com terceiros.