MINESTRA ARROZ E MASSA

Um dos pratos mais típicos da nossa culinária italiana trazidas pelos nossos antepassados é a Polenta. Mas, aqui no Brasil os imigrantes italianos criaram um prato exclusivo, fazendo um mix entre produtos facilmente cultivados e encontrados na época que eles chegaram aqui no sul de Santa Catarina.

O nome deste prato é “minestra” que deriva de uma espécie de sopa lá da Itália feita com grãos ou legumes, também chamada de minestrone. A nossa típica minestra brasileira feita a base de caldo de feijão preto ou vermelho cozido e depois batido manualmente e extraído o caldo consistente. Depois o caldo retorna ao fogo, adicionando temperos como: sal, salsa e cebola verde e outros dependendo dos gostos e produtos à disposição. Temos dois tipos de minestra: a de arroz e massa. Geralmente eles usavam o tipo “taiadele” que em dialeto vêneto é um tipo de massa caseira cortada manualmente.

Também se usa a massa tipo macarrão. Era o prato diário que se comia na janta, geralmente no outro dia de manhã antes de ir para o árduo trabalho do campo se comia a minestra requentada, já que na época não existia as geladeiras para conservar. A minestra ainda é muito cultiva por aqui com queijo, torresmo, ovos, salame e radici. A minestra é um prato quente e mais consumido no inverno. Em Nova Veneza o governo municipal construiu uma casa cultural denominada de Casa da Minestra. O espaço além de servir para as atividades sociais e culturais, agora todas as quartas-feiras à noite tem minestra com acompanhamentos. Já diz o velho provérbio vêneto: “Ti magna la minestra o salta par la finestra!!!”

MINESTRA COM VINHOS DO MUNDO

WhatsApp Image 2018-07-19 at 09.43.30

E falando em minestra, os Confrades da Pan & Vin criaram um evento privado denominado de “Minestra com vinhos do mundo”. Na última terça-feira aconteceu à terceira edição desta minestra diferenciada, não pelo modo de fazer a minestra, mas, da forma que reúne os amigos.

No cardápio os dois tipos de minestras, a de arroz e de macarrão com acompanhamentos de queijos, radici, torresmo, ovos fritos, salames, morcilha, amendoim e outros aperitivos. Para fazer jus do nome minestra com vinhos do mundo cada participante leva uma garrafa de vinho de um país diferente do outro. Este ano teve quatorze participante, consequentemente vinhos de quatorze países diferentes foram apreciados. A minestra aconteceu no apartamento dos anfitriões, empresário Eduardo “Dudu” Kirchner e sua esposa, doutora Viviane Burigo Kirchner, reunindo os confrades da Pan & Vin e mais dez amigos. “La minestra ze bona, ma con vin del mondo ze pi bona!!!”

EL BRASILE CHE MI VOL

GISLAINE MANENTI GAVA

Quem representou a capital mundial da Polenta na tela da rede globo no quadro “O Brasil que eu quero” foi bela neoveneziana Gislaine Manenti Gava. Sua participação saiu no jornal Hoje que vai ao ar depois do meio dia. Com essas palavras ela deu o seu recado: “O Brasil que eu quero? É um Brasil com menos corrupção, com menos corrupção nós vamos ter menos impostos, menos desempregos, mais respeito, mais igualdade social, porque menos é mais!”. Seu comentário foi elogiado pelo apresentador do jornal.  “Braa, braisima!!!”

BEI VECIÒTI  IN GANBA

VERGILIO E SANTINA SAVIO

Quem trocou de idade foi o senhor Vergilio Savio, lá se foram os 94 anos. Casado com Santina Moretto Savio este mês eles completam 72 anos de vida matrimonial. Santina completa seus 89 anos no final deste mês. São11 filhos, 32 netos, 21 bisnetos e 7 tataranetos. “Ai veciòti paxe e saùte ancoi e senpre!!!”

LA BELA TOZA DEA SETIMANA

PAMELA CESCONETTO

A bela da semana é Pamela Cesconetto Gava oriunda de imigrantes e migrantes italianos. Seus antepassados Cesconetto vieram do município de San Polo di Piave que fica na província de Treviso no nordeste da Itália, entraram na Colonia Nuova Venezia. Depois seus descendentes migraram para Ouro Preto D’Oeste na Rondônia. Hoje ela mora em Nova Veneza com o esposo Mateus Gava. Pamela está entre as mais belas neovenezianas. O no si parla pì gnente!!!

ORA PRONOBIS

GILIARD GAVA E PAPA FRANCISCO

Quem retornou de férias de Roma para a capital mundial da Polenta, foi o neoveneziano Giliard Gava, que está concluindo estudos na Pontificia Università Lateranense di Roma. A merecida férias do Gili certamente está acompanhada dos agnolini e tortei preparados pela sua Màma Delta. “Ben torna fiòl!!!”

LA PARONA DEL SINDÀCO

Geio e Neni 03

Quem trocou de idade na terça feira foi a primeira dama neoveneziana, Sidnei Ghellere Frigo carinhosamente conhecida por Neni esposa do prefeito Rogério Frigo. “Auguri vivisimi de un Bon Conplean!!!”