Por Redação Portal Veneza

A amamentação é essencial para o fortalecimento do sistema imunológico do bebê nos primeiros meses de vida, mas não é o suficiente. Por não terem todas as suas defesas formadas, bebês tendem a ser mais propensos a contrair doenças e, por isso, tomar todas as vacinas durante a primeira infância é fundamental para um desenvolvimento mais saudável.

O seu bebê deverá tomar cerca de 17 vacinas antes mesmo de completar 1 ano, mas não se assuste com o número e lembre-se que o sistema imunológico da criança precisa ser fortalecido. Para te ajudar, realizamos, em parceria com a Zelas Saúde, um guia completo com todas as vacinas para bebês que são indispensáveis. Acompanhe!

Vacinas para bebês com 1 mês

Logo ao nascer, seu filho receberá uma dose da BCG, conhecida por deixar uma marquinha no braço da criança após a cicatrização. A vacina é ministrada para evitar casos de tuberculose e possui dose única. Além da marquinha, que atesta a eficácia da vacina, não é comum que o bebê tenha outras reações.

No primeiro mês também deve ser aplicada a primeira dose para hepatite B, sendo que no total são 3 doses e a segunda já deve ser tomada 30 dias após a primeira. Como reação adversa, a criança pode ficar com o local da aplicação dolorido e ter febre baixa.

Vacinas para bebês com 2 meses

No segundo mês, 5 vacinas devem ser ministradas para ajudar na imunização do seu bebê, sendo elas:

  • DTP: proteção para coqueluche, tétano e difteria aplicada em três doses, tendo como efeitos colaterais a possibilidade de febre, irritação e dor;
  • HIB: protege de bactérias causadoras de doenças como a epiglote, pneumonia e meningite;
  • Pólio: proteção contra a paralisia infantil;
  • Rotavírus: contra a bactéria pneumococo;
  • Pneumocócica: contra bactérias que provocam doenças como meningite, pneumonia e infecções generalizadas.

Vacinas para bebês com 3 meses

A criança deve receber a primeira dose da Meningocócica C, vacina que previne contra a meningite meningocócica.

Vacinas para bebês com 4 meses

No quarto mês de vida, o bebê recebe a segunda dose de todas as vacinas do segundo mês: Rotavírus, DTP, HIB, Pólio e Pneumocócica.

Vacinas para bebês com 5 meses

Segunda dose da vacina Meningocócica C contra a meningite. O efeito colateral mais comum é inchaço e incômodo na região da aplicação, porém algumas crianças podem ter quadros de febre, irritabilidade e sonolência.

Vacinas para bebês com 6 meses

No sexto mês do bebê deve ser aplicada a primeira dose da Influenza, vacina que protegerá a criança contra alguns tipos de gripe. Além disso, devem ser ministradas a terceira dose da HIB, DTP, Pólio, Rotavírus e Pneumonia.

Vacinas para bebês com 7 meses

Aplicação da segunda dose da Influenza, vacina contra a gripe. O efeito colateral mais comum é incômodo na região onde a vacina foi aplicada, mas algumas crianças podem apresentar febre, tosse e dores musculares.

Vacinas para bebês com 9 meses

Neste mês de vida do bebê, deve ser aplicada a vacina contra febre amarela, que raramente produz reações adversas. Contudo, alguns podem apresentar quadros de febre, dor de cabeça ou dores musculares.

Vacinas para bebês com 12 meses

Ao completar um ano, o bebê toma o reforço da Meningocócica C e deve tomar as primeiras doses das seguintes vacinas:

  • Tríplice viral: protege contra sarampo, rubéola e caxumba;
  • Varicela: protege o bebê contra catapora;
  • Hepatite A: contra hepatite A, doença que pode causar infecções graves no fígado.

Meu plano de saúde cobre vacinas?

Muitos se perguntam se o seu plano de saúde disponibiliza todas as vacinas que estão no calendário do Ministério da Saúde. Apesar disso, o procedimento não é considerado obrigatório segunda a ANS, fazendo com que a maioria dos planos de saúde não ofereçam o serviço.

Este tipo de cobertura pode ser encontrada em categorias mais altas de planos, também conhecidas como planos premium, que são oferecido pela SulAmérica, Amil, Bradesco Saúde, etc. No entanto, é importante dizer que são opções com valores de mercado mais elevados, mas que também oferecem uma gama muito maior de serviços.

As vacinas para bebês servem para manter seu filho imunizado e garantir que seu desenvolvimento seja mais saudável. Além disso, a vacinação garante o bem-estar de toda a comunidade, evitando que doenças erradicadas voltem a aparecer. Portanto, não se esqueça de manter a carteirinha de vacinação de toda a família em dia, isso também ajuda a manter as crianças mais seguras.