Kalana, Farmácia Gorini e Veneza
Segurança

Saer pode parar serviços nos próximos dias

O Serviço Aeropolicial da Polícia Civil (Saer) em Criciúma corre o risco de parar nos próximos dias. O helicóptero que hoje atende os municípios de Imbituba a Passo de Torres é alugado pelo Governo do Estado e no próximo dia 19 de setembro encerra o contrato de aluguel de cinco anos com a empresa proprietária.

Para lutar pela permanência do serviço, as associações empresariais do Sul e Extremo Sul encaminham nesta segunda-feira, 11, um manifesto ao Governo do Estado e aos representantes políticos da região Sul.

Veneza Magazine
Padaria São Marcos
Nossa Loja
Casa Savoia

“Com a impossibilidade de um novo contrato emergencial a fim de manter a aeronave em operação, a alternativa é uma nova licitação, que deve demorar, e com isso, corremos o risco de o helicóptero não voltar. Será uma grande perda para a segurança do Sul do Estado. É necessário que as forças empresariais se unam e briguem pela permanência do helicóptero”, coloca o presidente da Acic, César Smielevski. “Estamos nos aproximando da temporada de verão e os milhares de turistas do nosso litoral ficarão sem este auxílio”, observa.

Smielevski reforça ainda o empenho do empresariado para adequar o espaço para receber o serviço. “Houve um esforço da classe empresarial para que o helicóptero viesse para a região com um investimento de mais de R$ 250 mil no aprimoramento do hangar. O Governo do Estado nos procurou para que apoiássemos a vinda do Saer e agora soubemos dessa saída pela imprensa”, coloca.

O Sul foi a última região do Estado a ser contemplada com o serviço de atendimento aéreo, e 21 policiais civis estão envolvidos no auxílio às delegacias, acidentes de trânsito e no transporte de órgãos.

Deize Felisberto


Topo