Prefeitura
Colunistas

Renovação

Instagram.com/ proclamandoagloria
twitter.com/goj_pg
facebook.com/ proclamandoagloria
YouTube.com/FamíliaPG

Quando encontramos o amor verdadeiro, só queremos Ele. O primeiro amor é lindo. Encoraja, reanima, faz viver aquilo ou aquele que um dia já esteve beirando a morte. O primeiro contato faz brotar uma vontade insaciável de ter e querer mais Daquele que é tudo em nossa vida. Queremos mais e mais do mover do Espírito Santo em nossas vidas, sem medo, sem olhar para trás.

O tempo passa, nossas energias são recarregadas, mas em algum momento, quando Deus nos quer fazer andar com nossas próprias pernas, geralmente nos perdemos. A comodidade nos corrompe, vira rotina, vira responsabilidade, pois àquele a que é muito dado, será cobrado; e as coisas e tarefas do dia a dia nos deixam exaustos, cansados a ponto de esquecer de falar com Aquele que nos auxilia, e aos poucos perdemos o desejo de querê-lo mais.

Não buscamos mais de Deus quando fraquejamos e nem quando estamos bem. Paramos de sentir a Sua presença, nosso coração fica calejado e duro. Corações esses que já tinham sido curados lá atrás, se tornando fonte de amor.
Por quê nos desesperamos quando passamos pelo deserto e nos escondemos ainda mais de Deus, sendo que Ele é a cura? Por vezes, quando nos machucamos com algumas situações em nossas vidas, não percebemos, mas colocamos a culpa Naquele que é o único que está em nosso lado e nos afastamos Dele. Nos bloqueamos. E caímos.

Deus é o mesmo ontem, hoje e sempre. Quem muda somos nós. Porém, as vezes não temos paciência de esperar pelo lapidar do Mestre e metemos os pés pelas mãos, nos mudando de maneira errônea, de maneira pior, de maneira humana; falha.

Farmácia Gorini
Mercado Pavan
Auto Lavação de Venezia
Despachante Ostetto
Amboni Refrigeração
Spilere Serralheria

Mas mesmo caídos em pecado, nunca, em hipótese alguma, Ele desistirá de nós. Mesmo que um dia já tenhamos pensado em desistir do nosso chamado. Que não falemos da boca pra fora que queremos ser moldados pelas mãos de Deus. Que sejamos um verdadeiro vaso moldado nas mãos do oleiro. Assim, quando o mar ficar revolto, não pensemos em abandonar o barco. Quando todas as coisas derem errado, não pensemos em desistir.

E quando a chama se apagar, que estejamos dispostos a novamente acendê-la. Que sempre, a todo momento queiramos mais, tenhamos mais cede, e vontade de ter um coração verdadeiramente adorador. Esse é o momento certo para renovar nossas atitudes perante a Deus e consolidar ainda mais esse amor. Não tenha medo de mudar para melhor para se achar no caminho.

Graça e paz, até a próxima! 


Coopera rodapé
Topo