pesquisa

Professora da Unesc é contemplada em edital que financia a vinda ao Brasil de pesquisadores de universidades da Europa

blank

Cristiane Tomasi está entre os três pesquisadores de instituições de ensino catarinenses contemplados pelo edital.

O ano de 2020 tem sido de grandes conquistas no âmbito da pesquisa na Unesc. Neste mês, a Universidade recebeu a notícia de que a professora doutora e coordenadora do PPGSCol (Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva), Cristiane Tomasi, está entre os três pesquisadores de instituições catarinenses a serem contemplados em uma chamada internacional. Cristiane receberá fomento para a realização de uma pesquisa na área de saúde mental de crianças e adolescentes com a participação do professor doutor da London School of Economics and Political Science (Escola de Economia e Ciência Política de Londres), Wagner Silva Ribeiro.

O objetivo do edital é fomentar a vinda para o Brasil de pesquisadores de instituições britânicas para trabalhar em conjunto com pesquisadores brasileiros. Cristiane receberá o fomento na modalidade Research Mobility Grants (Bolsas de Mobilidade para Pesquisa), que permitirá que o professor da London School desenvolva atividades no campus da Universidade, em Criciúma, por um período entre 15 dias até três meses. Além da Unesc, a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e a Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) tiveram pesquisadores contemplados.

A reitora da Unesc, Luciane Bisognin Ceretta, comemora o resultado da chamada internacional e entende como uma resposta à dedicação dos pesquisadores da Universidade e ao investimento realizado pela Instituição na ciência como forma de colaborar com a melhoria da qualidade de vida e com o desenvolvimento regional. “A Unesc tem forte atuação na área da saúde coletiva e ter um projeto entre os selecionados para esta parceria internacional entre pesquisadores e instituições é motivo de muito orgulho e um indicativo que tanto a Instituição quanto os seus pesquisadores estão no caminho certo”, afirma.  

Continuidade ao trabalho iniciado em 2019

A iniciativa contemplada no edital se trata de uma ação dentro do projeto Mentalkit, realizado no Brasil desde o fim de 2019 pela London School, em parceria com a Unesc, a Universidade Federal de Alagoas e a Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul. Cristiane explica que o projeto tem o objetivo de colaborar com a melhoria do sistema público de saúde no Brasil na área de assistência à saúde mental de crianças e adolescentes. Segundo ela, a proposta é desenvolver uma “caixa de ferramentas” para ajudar os profissionais e os gestores públicos a terem acesso a evidências científicas a respeito das melhores práticas de modo a ajudar na implementação de políticas públicas, prevenção e tratamentos para essa população.

A chamada internacional contemplou o projeto para o desenvolvimento desta “caixa de ferramentas”, que incluirá um aplicativo. “Entre atividades remotas e presenciais, estamos organizando para que esta ação ocorra em um período de três meses. O professor Wagner estará conosco em processo de mentoria de diferentes atividades ligadas ao projeto, como o desenho de estudo com adolescentes, os testes do aplicativo que está em desenvolvimento e reuniões com os steakholders, que nos darão retornos importantes para o processo de implementação da caixa de ferramentas”, comenta a pesquisadora da Unesc.

Saiba mais

O estudo que marca a parceria entre o PPGSCol e a London School, “Fortalecimento da capacidade do sistema de saúde para implementar intervenções de saúde mental baseadas em evidências para prevenir e tratar problemas de saúde mental de crianças e adolescentes no Brasil” foi selecionado na chamada Confap/CNPq – The UK Academies 2019.

O edital foi lançado em dezembro de 2019 pelo Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) e pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), em conjunto com Royal Society (Sociedade Real), Academy of Medical Sciences (Academia de Ciências Médicas) e British Academy (Academia Britânica), instituições do Reino Unido. No total, 48 propostas foram submetidas para receber fomento e 23 aprovadas até o momento.

Por Milena Nandi 

  • blank
  • blank
  • blank
  • blank
  • blank

Todos os dias as notícias do
Portal Veneza no seu e-mail

Leia nossa política de privacidade para mais detalhes.