Um abraço,
O silêncio,
E toda razão deixada para traz,
Que guarda,
Lembranças na mente!

Outro toque,
E nenhuma palavra dita,
Diz tanta coisa,
Que coisa alguma,
Precisa ser pronunciada!

Toda razão,
Substituída,
Por algo que,
Se transforma em dias,
Ironias,
E várias coisas mais!