Porque cientistas dizem que a frase “no pain no gain” é um mito

Sentir uma dor intensa no corpo todo pode significar para muitos esportistas o sucesso na prática da atividade física. Não é comum ouvir em academias, postagens nas redes sociais e vídeos motivacionais a frase “no pain no gain”, algo como “sem dor não há ganho”. Mas, segundo fisiologistas e especialistas, essa frase é um mito.

Para alguns, é claro que quanto maior a dor, maior o ganho. Para outros, porém, lemas como “sem dor, sem ganho” ou “apenas os fortes sobrevivem” não significam muito. É mesmo verdade que o treinamento precisa doer para ser eficaz?

Como tantas vezes, essa pergunta não pode ser respondida com um simples sim ou não. Isso vai depender do seu objetivo, que pode variar entra a perda de peso, o treinamento de força, o alongamento e um melhor desempenho na corrida. Casa uma dessas práticas exige algo diferente.

Se você quer perder peso, uma coisa é essencial: um balanço energético negativo. Se você queimar mais calorias do que consome, perderá peso. Assim, os melhores treinos para você são aqueles que queimam muitas calorias .

A dor é a forma de seu corpo avisá-lo. Problemas com seu sistema músculo-esquelético passivo (articulações, cartilagem, ligamentos e tendões) quase sempre são devidos à carga ou sobrecarga incorreta.

Mesmo os músculos doloridos não devem ser desprezados. Sessões de treinamento muito intensas ou movimentos novos e incomuns podem causar pequenas rupturas nos músculos, conhecidas como microtrauma. Se seus músculos estão muito doloridos, você deve evitar fazer exercícios intensos. Dê ao seu corpo tempo suficiente para se recuperar e espere para começar o seu treinamento novamente até que a dor diminua.

O lema “ no pain no gain” é popular no treinamento de força. E há alguma verdade nisso se seu objetivo é ganhar  músculos . De um modo geral, seu corpo requer um estímulo de treinamento grande o suficiente para fazer com que seu corpo se adapte. Em outras palavras, você precisa tirar seu corpo da zona de conforto para colocar o processo de adaptação em movimento.

Mesmo assim, é importante que seu corpo possa se recuperar. Até mesmo os fisiculturistas, que levam seus músculos ao extremo da força e do sacrifício, sabem que dar um respiro ao músculo é fundamental.

Especialistas e fisiologistas afirmam que o termo “no pain no gain” só se aplica a situações excepcionais e às vezes em esportes competitivos. Embora seja geralmente verdade que um treinamento muito intenso é necessário na maioria das áreas para obter grandes ganhos de treinamento, a dor deve sempre ser evitada.

 É importante que você ouça o seu corpo e não ignore sinais como a dor. Se você se dar o tempo de que precisa para se recuperar, poderá desfrutar do exercício sem dor por muito tempo.

Todos os dias as notícias do
Portal Veneza no seu e-mail

Leia nossa política de privacidade para mais detalhes.

Bloqueio de anúncio detectado!

Por favor, para continuar é necessário desativar seu bloqueador de anúncios!