Por que temos medo do “novo”?

Muitos de nós temos medo da mudança. Daquilo que é novo. O que é inesperado. Daquilo que é incontrolado. Cotidianamente recebo pessoas angustiadas diante de modificações da sua vida e de transformações que irão acontecer por algum motivo. Você sabe por que isso acontece?

Nosso cérebro é um órgão que não gosta de mudanças, ele adora a zona de conforto justamente para poupar energia e fazer as atividades no automático.

Quando oferecemos uma atividade nova ou uma mudança, seja lá qual for a dimensão dela, o cérebro vai disparar alguns sinais físicos ou emocionais para fazer com que você retorne aquilo que ele já estava acostumado. O medo é um desses sintomas.

Um aspecto que pode te ajudar a diminuir esses sintomas e sinais cerebrais é a tomada de consciência e perceber porque essa mudança está acontecendo na sua vida de fato.

1. Coloque no papel que mudança é essa.

2 Por que essa mudança vai acontecer?

3. Respire fundo e se prepare para essa mudança: o que podes fazer para tornar isso mais leve?

4. Lembre que não possuímos o controle de tudo, mas que em muitos momentos podemos fazer escolhas.

Acima deixei para você algumas ferramentas para te ajudar a deixar o processo de mudança mais leve. Apesar de difícil e muitas vezes doloroso, é o processo de mudança que nos levam pro crescimento e para os lugares que jamais imaginamos que conseguiríamos chegar.

Faz sentido?

Participe conosco! Envie suas dúvidas ou sugestões para o e-mail gihh_b@hotmail.com Fico à disposição também no Instagram: @psicologagiovanacbaroni

Por que temos medo do “novo”?
Por que temos medo do “novo”?