Por que começamos e não terminamos?

Você já deve ter passado por isso: primeiro você sente a necessidade de fazer algo, então você começa, mas não vai até o fim. Pode ser qualquer coisa: aprender inglês, manter a rotina na academia, estudar uma ciência; acontece que às vezes temos uma enorme dificuldade em manter a constância e não conseguimos acabar aquilo que iniciamos. Mas por quê? Vamos tentar identificar alguns pontos chave da situação. Mas eis o desafio: já que começou a ler este texto, vá até o final!

1 – Isso que você planejou está de acordo com a sua realidade?

Já parou para pensar no fato de que às vezes nós acabamos fazendo planos que não são os nossos? Um exemplo bem ilustrativo: não adianta você planejar ter uma plantação de goiaba no polo norte; não vai vingar! Se a sua meta for plantar goiabas no polo norte você provavelmente vai acabar desistindo em algum momento. Lembrando que ser realista não quer dizer que você seja obrigado a deixar de sonhar alto; são coisas distintas!

2 – Fazer o necessário mesmo sem vontade denota compromisso

Não importa o quanto você ame a sua profissão, mas a repetição contínua de uma atividade gera cansaço – e isso é perfeitamente normal. Sendo assim, muitas vezes nós não estamos com aquela potência de agir para fazermos aquilo que precisamos fazer. Acontece que é impossível estar sempre na mesma motivação alta que por vezes nos impulsiona! No entanto, basta ter e mente essa realidade, entender que faz parte do caminho e continuar a agir procurando restaurar a motivação que outrora nos nutria.

3 – Comece com metas mais leves.

Se você tem essa dificuldade tão comum entre as pessoas de não conseguir terminar um projeto, não adianta sonhar de maneira romântica e irracional. Por isso é preciso começar com algum objetivo mais leve para que seja possível chegar ao fim e construir a motivação necessária para ir buscar outros objetivos mais complexos. Poder ver a realização de algo que você planejou é gratificante! Se você tem essa dificuldade, não é aconselhável que você tente aprender alemão em um mês; as chances de frustração são grandes – lembrando que não estamos dizendo ser impossível, até porque nós não o conhecemos efetivamente; é só uma dica.

4 – Preste atenção nas pequenas conclusões

Um projeto ou um objetivo de vida não possui somente a conclusão final, ele possui as pequenas conclusões que acontecem diariamente, por mais simples que sejam. Se você planejou aumentar as suas vendas em 30% e na primeira semana consegui apenas 10%, esse já é uma conclusão importante no caminho da sua meta final; continue!

5 – Parabéns!

Parece que você vai vencer o desafio que nós te fizemos, já está chegando ao fim da leitura. Em meio às coisas que você não concluiu, anote essa leitura como algo concluído com êxito! Nós aqui do instituto Mix de Profissões buscamos sempre disponibilizar meios para que as pessoas alcancem seus objetivos profissionais ou até mesmo pessoais. Se você tem um objetivo e gostaria de alguma ajudinha – e quem não precisa, não é mesmo? – venha conversar conosco, conte-nos as suas metas e vamos buscar juntos a realização de cada uma delas!

Pronto, você acaba de concluir; isso foi ótimo!

Por Lucas Martins

Todos os dias as notícias do
Portal Veneza no seu e-mail

Leia nossa política de privacidade para mais detalhes.

Bloqueio de anúncio detectado!

Por favor, para continuar é necessário desativar seu bloqueador de anúncios!