Algumas famílias de agricultores encontraram na piscicultura uma fonte de alimento mais saudável, ou mesmo, para aumentar a renda familiar. Há quatro quilômetros e meio, ao noroeste do centro de Nova Veneza, na Linha da Boit, que fica treze quilômetros do centro de Siderópolis, residem os irmãos Roberto e Raul Viola que até poucos anos tinham aviários como única fonte de renda. Depois de uma parcial crise do segmento de frangos, eles resolveram investir na piscicultura, que é a forma de criação ou cultivo de peixes, em tanques ou viveiros escavados ou revestidos de alvenaria.

Os peixes a partir de alevinos (filhotes) são alimentados e manejados para a engorda, resultando em pescado para consumo próprio ou comercialização. Hoje são 20 mil metros quadrados de lamina de água que produz 25 toneladas/ano do peixe Tilápia Gift, que é uma espécie de peixe de água doce, comum no sul e sudeste brasileiro. Mas a origem do animal é do continente africano.

Com as excelentes vendas, os irmãos Viola estão investindo na construção de um pequeno frigorifico, ou seja, uma unidade de processamento de pescados com todas as exigências dos órgãos competentes de higiene alimentícia. A estrutura do frigorífero e o produto já tem nome, “Monte Forte” é uma homenagem a cidade de Monte Forte D’alpone, município italiano da Província de Verona, local de onde vieram a família Viola para “Colonia di Nuova Venezia”, que no principio também abrangia os municípios de Siderópolis, Treviso e parte de Urussanga.

Hoje a produção de modo artesanal é de 200 quilos por semana. Com a nova instalação, que tem entorno de duzentos metros quadrados dentro dos padrões para elaboração do peixe fresco até a embalagem final para ser consumido, poderá produzir até 50 toneladas/ano. A empresa emprega somente pessoas da família, ou seja, os irmãos Viola e suas esposas.

No momento eles produzem somente filés de tilápias, peixes de seus próprios viveiros. Para suprir a grande demanda de pedidos e a capacidade do frigorífero será necessário que outros produtores rurais se integram para fornecer os peixes. Isso significa mais renda familiar também para os vizinhos parceiros. Além do filé, terá mais dois produtos a base do peixe: o bolinho e o caldo de peixe.

O primeiro incentivo veio do governo municipal, e depois agregou a Cooperbelluno. O filé da Tilápia está entorno de 25 reais o quilograma. Aos sábados das 7 às 12 horas pode ser adquirido na feira da agricultura familiar em frente ao paço municipal de Siderópolis, ou na própria residência dos Viola na Linha Da Boit, também pelo fone 99424568. El pèsse fa ben la saùte!!!

BAUCO  X  NONA ANGELINA

El Bauco irônico ghe domanda  a so Nona Angelina: Nona Angelina fa quanto tenpo che no ti va par Giordon Basso??? Sùito la vècia Angelina la gà capì tuto che lu voea domandar e la risponde: Si che mi son ndà a Giordon Basso, e mi gò passa par una beea strada asfaltica di Santo Antonio!!! El Bauco risponde: Basta… no acore dir pì gnente… almeno che te gà dito una beea strada!!!

viola-peixe-tarrafa-agua

viola-peixe-tarrafa

viola-peixe-vista-dos-lagos

viola-peixe-mao

viola-peixe-descamado