Colunistas

Paoil! Te savea?

Paiol
Você sabe porque os galpões de armazenamentos de ferramentas, utensílios agrícolas e produtos coloniais são denominados de “paiol”???
A derivação vem de palha, na língua italiana “paglia” [pa.lhi.a], e na língua Vêneta “paja” [pà.ia]. Sendo que a cultura base era o milho que sempre serviu para fazer a Polenta, ou os pães. O milho é alimento para os suínos, aves, bois e outros. Os colchões também eram feitos de palha de milhos, usados até poucas décadas, chamados de “pajon” [pà.i.on], na língua vêneta.

Leitores deste artigo que tem acima de cinquenta anos, vão lembrar-se do pajon que dormiu. Era pouco confortável, mas nós não conhecíamos outros colchões, então não sabíamos diferenciar. Todos sabem que os paióis são bagunçados, neles se guarda de tudo, nada se jogava fora como os dias de hoje.

Alguns tinham balanços para brincar. Não se assustem, mas, muitos paióis tinham uma cobra caninana (não venenosa) que se alimentava de roedores e insetos, a cobra meio domesticada tinha a função dos venenos de hoje para controle biológico dos inimigos naturais.

Os paióis eram construídos de forma simples e rústica, feitos de madeiras nobres, pois, a madeira de lei era o que mais tinha em abundância em nossas florestas. Com o desenvolvimento econômico, muitas famílias passaram construir novas casas de alvenaria, a velha casa geralmente eram transformadas em paiol, muitas delas ainda se preserva em nossa região.

Os paióis da foto abaixo são originais e centenários, estão apenas 500 metros do centro de Nova Veneza, na propriedade do saudoso Apolônio Cappeller, depois passou para sua filha, a vivente Benilde Cappeller Romagna esposa do saudoso Mário Romagna. “Cuanto trapei su paiol!!!”

LA NONA VA FAR 103 ANI


Na semana passada entrevistei a mulher mais idosa do município de Nova Veneza,  senhora Augusta Morelli Coral que no dia 25 de agosto próximo completa 103 anos. Isso mesmo, 103 anos. Quando ela nasceu, o município de Nova Veneza tinha apenas 25 anos de fundação. Esposa do saudoso Ezilio Coral.

Reside com seus cuidadores, o filho Izidro Coral e sua dedicada esposa Adélia Rossi Coral na Linha Bez em São Bento Alto, interior de Nova Veneza. Augusta é nora do Vittorio Coral filho do agrimensor imigrante italiano Natale Coral.  “Vita lunga ala Nona!!!”

BELI   ZARDINI


Obrigado ao simpático casal Marcelo Colombo e Fabiana Marcos Colombo proprietários da MC Técnica Verde Floricultura e Jardinagem localizada no Distrito de Caravaggio, Nova Veneza pelo belo presente. O regalo foi uma muda da famosa árvore àcero verde, medindo entorno de 80 centímetros de altura.

Só para lembrar, que a sua folha é aquela que está na bandeira do Canadá, muitos, confundem com o plátano. Fiquei surpreso com a estrutura da empresa do casal. E faço lembrar que estamos no período mais propício para o plantio de árvores, sejam elas frutíferas ou decorativas. Uma dica: Uma muda de árvore também é um belíssimo presente para dar para qualquer pessoa. O àcero que ganhei já está plantado na Colônia Del Bauco. Grasie!!!

VITA LUNGA  ALA NONA


Quem trocou de idade foi a Nona Maria Viola Zanoni. Já se foram oitenta e nove invernos com muita lucidez divididos entre: muito trabalho, sacrifício e família.

“Bon Conplean Nona, saute e paxe ancò e senpre!!!”

NOVO BISTEK A NONA VENESIA


Empresário Sanciro Ghislandi sócio da rede Bistek inspecionando o parque do novo supermercado da rede familiar, na sede onde nasceram os supermercados Bistek. A nova loja será Rua Imigrante Luigi “Luigi” Gava, apenas duzentos metros de onde está o atual primogênito. “Avanti fiòi!!!”

DA SEGNAR FAR EL BON MAGNAR


Está em fase de conclusão o livro de receitas de carnes brancas com o titulo “70 Anos de Saber e sabor”, do professor Nilson Olivo de uma nobre ação filantrópica em prol ao Bairro da Juventude, e conta com a colaboração de setenta chefes. Entre eles alguns neovenezianos, este colunista Nicola Gava, o Coronel Cosme Manique Barreto e a Angela Ghislandi da rede Bistek. O lançamento será no mês de outubro. No registro, o Coronel Cosme ladeado pelo titular do livro professor Nilson e o empresário José Moreno. “Un s-cian de cuà, un s-cian di la, se mena avanti!!!”

BON CONPLEAN  TOZATONA


Quem troca de idade nesta quinta feira, 01 é a bela neoveneziana beatriz Grandi. É gremista e torcedora numero um do Metropolitano. A Beatriz tem muito que comemorar esta data, pois ela atingiu a maioridade. “Tantisimi auguri Bea e bona festa!!!”

Topo
NOSSAS NOTÍCIAS NO SEU E-MAIL
Receba uma vez por dia no seu e-mail, as notícias do Portal Veneza
Suas informações nunca serão compartilhadas com terceiros.