Kalana, Farmácia Gorini e Veneza
Segurança

Operação Adsumus aborda cinco pessoas e 28 veículos em Nova Veneza

Três barreiras foram realizadas nos pontos de entrada e saída do município.

A megaoperação Adsumus, realizada em toda a região pela Polícia Militar na noite da última quarta-feira, 25, e madrugada dessa quinta, 26, abordou cinco pessoas e 28 veículos em Nova Veneza. Com disso, foram lavrados dois autos de infração de trânsito e recolhido um veículo. As ações de barreira se concentraram em três pontos de entrada e saída do município: Centro, Caravaggio e São Bento Baixo.

Durante a operação, na subárea da 4ª Companhia – que abrange Forquilhinha, Siderópolis, Nova Veneza e Treviso – foram empregados 27 policiais, oito viaturas e cinco motocicletas. “Foi algo muito positivo, porque cercamos praticamente todos pontos da cidade e demonstramos força, reforçando que ainda somos os protagonistas na segurança pública”, destaca o comandante da 4ª Cia, capitão Giovani Constanza.

Ações por toda a área do 9º BPM

Toda a mobilização regional contou com a presença do comandante-geral da Polícia Militar de Santa Catarina, coronel Carlos Alberto de Araújo Gomes Junior; supervisão do comandante da 6ª Região de Polícia Militar (RPM), coronel Cosme Manique Barreto; e comando do tenente-coronel Evandro de Andrade Fraga, que permanece à frente do 9º Batalhão de Polícia Militar (BPM).

Brogni Construtora
Pilar lateral 125px
Bel Mercearia
Mercado Pavan
Sonho Meu – Espaço Festa
Veneza Construções

Foi, ainda, a 8ª edição da Adsumus em Santa Catarina, sendo a primeira no Sul do Estado, com um nome que tem origem no latim e significa ‘estamos presentes’. “Esse tipo de operação explora a característica estadual de mobilização e aborda locais mais violentos e onde o número de crimes é maior dentro dos municípios. É algo de curta duração, mas bastante intensivo, uma ação preventiva e repressiva que contribui muito para a queda dos índices de criminalidade violenta”, explicou o comandante-geral da PM.

Além disso, Fraga completa ressaltando que a megaoperação buscou promover uma maior visibilidade às atividades típicas de Polícia Militar. “Reduzir os indicadores de violência e criminalidade, e de ocorrências policiais e emergências nas cidades impactadas; prestar pronta-resposta qualificada a incidentes de quebra de ordem pública; e agir de forma proativa, com abordagens policiais nos logradouros públicos, barreiras, bloqueios, apreensão de armas e entorpecentes, prisão ou apreensão de criminosos ou infratores”, argumentou.

A Adsumus contou com o apoio das unidades da 6ª RPM (Araranguá e Içara), com guarnições do Pelotão de Patrulhamento Tático (PPT), Rondas Ostensivas com Motocicletas (Rocam) e Rádio Patrulhas (RP); da 8ª RPM (Tubarão), com equipes do PPT e de RP do 5º Batalhão de Tubarão e da Guarnição Especial de Braço do Norte (GEBN); e do Comando de Apoio Especializado da Policia Militar (CAEPM) com guarnições do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) e do Grupamento de Polícia de Choque.

Francine Ferreira / Fotos e vídeo: Willians Biehl

_MG_6711
_MG_6713
_MG_6706
_MG_6707
_MG_6708

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply


Coopera rodapé
Topo