O que tens levado para a cama?

De acordo com a Associação Brasileira do Sono, de cada três brasileiros, pelo menos um tem insônia — distúrbio que se caracteriza pela dificuldade de começar a dormir, manter-se dormindo ou acordar antes do horário desejado. (Fonte: Hospital Sírio Libanês)

Você já vivenciou algum momento de insônia?

Vários podem ser os motivos que acarretam em insônia, de modo em que dificulte o período de repouso da pessoa em si, comprometendo o seu desempenho no dia seguinte. Hoje, existem alguns tratamentos eficazes que auxiliam na diminuição da insônia, promovendo maior qualidade de vida para o sujeito.

Porém, sabe-se ainda que a ansiedade pode ser um dos fatores que contribuem no aumento da insônia: o cérebro não desliga, o corpo não relaxa e a pessoa fica em estado de alerta durante a noite pensando nos problemas do dia a dia, nos possíveis conflitos e nas catástrofes ainda não vivenciadas – pois se projeta no futuro. Isso causa um estímulo neuronal que faz com que o cérebro queira se defender constantemente, tendo assim, maior dificuldade de relaxar. Por isso te pergunto: o que tens levado para a cama?

Ter insônia frequente não é saudável, precisamos do sono para repousar, recompor nossas energias para que assim, possamos prosseguir no dia seguinte. Se você está percebendo sinais de insônia, busque um profissional de saúde mental para lhe fornecer suporte.

Como identificar a insônia, Giovana?

Quem vai diagnosticar é um profissional médico, mas alguns sinais podem ser observados: dificuldade de iniciar ou manter o sono, sentir que não desliga durante a noite. Alguns sinais diurnos também podem denunciar: ausência de disposição, dificuldade de realizar atividades rotineiras e/ou sono excessivo durante o dia.

As causas podem estar relacionadas com o funcionamento cerebral, ou questões emocionais. Por isso, um profissional de psicologia consegue fornecer um suporte de qualidade, principalmente quando se tratam de pensamentos em excesso.

Esses são apenas alguns aspectos da insônia. Caso você se identifique, uma sugesão é fazer uma higiene do sono: crie um ambiente propício para seu corpo desligar e escreva em um papel tudo o que lhe vem à mente para esvaziar a mente. Desligue-se dos aparelhos tecnológicos ao menos 30 minutos antes de dormir, tome um banho quente e se presenteie com um momento consigo mesma.

E aí, deu para entender um pouquinho?

Insônia tem tratamento, busque profissionais de saúde mental. Se cuida!

Grande abraço!

Participe conosco! Envie suas dúvidas ou sugestões para o e-mail gihh_b@hotmail.com Fico à disposição também no Instagram: @psicologagiovanacbaroni

O que tens levado para a cama?

Todos os dias as notícias do
Portal Veneza no seu e-mail

Leia nossa política de privacidade para mais detalhes.

Bloqueio de anúncio detectado!

Por favor, para continuar é necessário desativar seu bloqueador de anúncios!