O impacto dos videogames na saúde do usuário

Apesar de, muitas vezes, julgados erroneamente e vistos como violentos, viciantes, sedentários e, resumidamente, uma péssima forma de passar o tempo, os videogames podem, sim, gerar benefícios para seus jogadores. Jogos que usam ações repetitivas, por exemplo, treinam os músculos e o cérebro para reagirem melhor em ações na vida real. Ou seja, os videogames tem o mesmo efeito que ler ou andar de bicicleta no cérebro das pessoas, o aprendizado cria milhares de novas conexões.

Antes de classificar os videogames como algo do bem ou do mal, é necessário que a sociedade reflita sobre aspectos e características relacionados à sua utilização, tais como: sua categoria, classificação indicativa, quantidade de tempo dedicado ao jogo, objetivo, alternância com outras formas de entretenimento offline, respeito às necessidades básicas, entre outros.

Portanto, é preciso encontrar um equilíbrio, para que os jogadores usufruam de seus benefícios, mas não sofram com seus malefícios. Há dezenas de estudos que apresentam excelentes perspectivas quanto ao uso consciente dos games, que pode gerar: estímulo no desenvolvimento de habilidades, planejamento estratégico e superação de obstáculos, foco e criatividade, desenvolvimento de habilidades sociais e até tolerância à frustração e obediência às regras, a depender do adulto que está “por trás”, em se tratando de crianças e adolescentes.

Entre os videogames, os mais populares estão entre os jogos com console, que são dispositivos computacionais padronizados, adaptados paras jogos eletrônicos, que requerem um monitor ou aparelho de televisão como saída.

Só que escolher o melhor console de videogame é muito difícil. Isso porque os diferentes aparelhos oferecem desempenho e qualidade gráfica parecida. Então, sem uma diferença significativa entre eles, uma dica que pode ajudar a pessoa para escolher é saber qual é o videogame dos amigos, já que pode ser mais legal se divertir com o multiplayer online quando você conhece as pessoas com quem está jogando, e assim poder trocar experiências.

Em tempos de pandemia e isolamento social – pela necessidade de distanciamento entre as pessoas – os videogames conectados à internet se tornaram uma ótima ferramenta de interação entre grupos de amigos. Com os jogos online, um jogador conectado à rede pode jogar com outros sem que ambos precisem estar no mesmo ambiente, sem sair de casa, desafiando adversários que estejam até mesmo em outros lugares do país ou do mundo.

Pensou nessa possibilidade? Os jogos online são um verdadeiro fenômeno ao redor do mundo, com centenas de milhões de usuários apaixonados por novos lançamentos. Se você conseguir se distrair e ainda tiver a companhia – mesmo via internet – de seus amigos para isso: perfeito!

Entre os principais sucessos do momento, principalmente nessa questão, está o universo maravilhoso dos casinos online. No Brasil, em que estabelecimentos físicos do tipo estão estritamente proibidos, a oportunidade desse tipo de entretenimento via internet se torna ainda mais especial, com diversão e possibilidades de ganho na comodidade da casa, escola, trabalho ou qualquer outro lugar que o jogador esteja.

Com os casinos online, a pessoa conta com conforto, não precisa seguir instruções ou respeitar uma hora de encerramento, código de vestimenta, pagamento por bebidas adicionais, entre outros. E eles estão sempre disponíveis, inclusive com a possibilidade de ganhar mais e mais dinheiro.

Por Francine Ferreira

Todos os dias as notícias do
Portal Veneza no seu e-mail

Leia nossa política de privacidade para mais detalhes.

Bloqueio de anúncio detectado!

Por favor, para continuar é necessário desativar seu bloqueador de anúncios!