Mostra pode ser vista até o fim de agosto

O Brasil respira Jogos Olímpicos e aplaude cada vitória dos seus atletas. Mas você sabe quem são os medalhistas do mundo animal? Pois para levar informações sobre as habilidades dos animais nas diferentes modalidades, o Museu de Zoologia da Unesc abriu nesta terça-feira (9/8), a exposição “Olimpíada Animal”. A mostra pode ser vista até o fim do mês de agosto. Na abertura, alunos do Colégio Unesc e da Escola Vicente Guollo, de Morro da Fumaça, puderam conversar com o personagem Pintado e com o presidente da Cruz Vermelha Brasileira de Criciúma, Almir Fernandes. Além disso, os pequenos puderam ver de perto a tocha olímpica que percorreu as ruas de Criciúma nas mãos de Fernandes.

Segundo a coordenadora do Museu de Zoologia, Morgana Cirimbelli Gaidzinsk, a exposição tem o objetivo de despertar a curiosidade entre os jovens, incentivar o espírito solidário e a prática de esportes. “As Olimpíadas reúnem pessoas de várias nacionalidades que mais que competir, socializam e levam mensagens de otimismo superação”, comentou.

Fernandes contou sua trajetória e afirmou que conhecendo os animais, as pessoas aprendem lições valiosas, como o respeito. “Todos os seres vivos têm limites. Animais, pessoas. Mas conseguimos fazer mais do que imaginamos. Podemos não ser atletas, mas temos dentro de nós de sermos solidários”.

Já o coordenador do curso de Educação Física da Unesc, Carlos Augusto Euzébio chamou a atenção para as emoções que o esporte desperta, o espírito agregador que ele tem – as Paraolimpíadas são um exemplo – e a beleza que proporciona, independente da posição no pódio. “A beleza não está apenas na vitória”, comentou.

A professora Sheila Martinhago, que no evento representou a Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão da Unesc, lembrou que os animais também inspiram os seres humanos,

Alguns dos medalhistas do reino animal

Levantamento de peso – Elefante: A força dos elefantes africanos e asiáticos permite que eles levantem até 270 quilos.

Salto em distância – Impala: O antílope africano com pernas estreitas e longas pode saltar até 10 metros de comprimentos.

Atletismo – Chita: É o animal terrestre mais rápido do mundo, atingindo 96 quilômetros por hora em apenas três segundos.

Saltos ornamentais – Golfinhos: Seus saltos podem atingir até três metros de altura.

Texto e fotos: Milena Nandi