Colunistas

Motivos para ler o livro A Casa das Orquídeas

1 – A Casa das Orquídeas, de Lucinda Riley, é um livro envolvente e mesmo com final feliz para alguns personagens, nem todos tiveram este destino. É uma obra que mistura presente e passado e revela segredos de família que se não fossem certas circunstâncias nunca seriam descobertos.

2 – A protagonista é Julia Forrester, uma famosa pianista que passa por grande perda com a morte de seu filho e marido e isso a deixa sem forças para viver por mais de seis meses, quando começa a reagir e aos poucos encontra novo caminho para seguir em frente. Ao reencontrar Kit Crawford, ele a ajuda a superar alguns traumas e medos.

3 – Kit é o herdeiro da propriedade de Wharton Park, na Inglaterra, e ali encontra um diário de um prisioneiro de guerra e entrega a Julia, que é neta de Bill, o jardineiro de Wharton Park, achando que era dele. E era nesta propriedade que ela passava os verões na sua infância.

4 – Com o diário em mãos, Julia o leva para sua avó Elsie que decide revelar segredos que ficaram guardados por muitos anos, tanto que pessoas que já partiram não ficaram sabendo da verdade.

5 – Elsie conta para Julia e Kit a história da família Crawford, partindo do dia em que conheceu Olívia que veio a ser esposa do nobre Harry, herdeiro do título e da casa. A avó de Julia se tornou dama de companhia de Olivia e por isso conhecedora de tudo o que aconteceu.

6 – No livro, a protagonista fica sabendo como Harry e Olívia se conheceram, casaram, a ida dele para a guerra, o que viveu depois da guerra e como foi voltar para Wharton Park, tudo o que passaram e os segredos que foram guardados e quem guardou. O livro mostra como uma paixão muda o rumo da vida de uma pessoa e influencia em outras a sua volta.

7 – Paralela a essa história, a autora também narra a trajetória de Julia e sua família. Avós, mãe, pai, irmã, marido, filho. Um pouco do que passaram e porque tudo teve que ser revelado. Ela tem seus dramas e vai tentando superar da melhor forma.

8 – Na narrativa os personagens são muito bem construídos e é possível sentir empatia por cada um deles porque a vida e as decisões levaram ao que se tornaram.

9 – A Casa das Orquídeas não é um livro recente, mesmo assim é indicado para quem gosta de histórias com reviravoltas, com surpresas no caminho e com finais que não se tem muita certeza de como serão.

10 – Vou parar por aqui porque tenho vontade de escrever alguns segredos do livro nesta resenha, mas não quero estragar a surpresa dos que ficaram interessados. Então, boa leitura!

A Casa das Orquídeas, de Lucinda Riley – 530 páginas.

Topo
NOSSAS NOTÍCIAS NO SEU E-MAIL
Receba uma vez por dia no seu e-mail, as notícias do Portal Veneza
Suas informações nunca serão compartilhadas com terceiros.