Colunistas

Margarete Ugioni: A insegurança nossa de cada dia

Estamos vivendo uma época de muita conturbação, é imprevisível o futuro do nosso país. Eu, particularmente, estou muito preocupada  com o futuro dos meus netos .

Comentei no meu trabalho sobre o desejo de ter uma casa de praia, me chamaram de louca. Perguntei a razão, disseram-me que é loucura porque as casas na praia estão constantemente sendo arrombadas.

Concordei.  Através de conversas a gente fica sabendo o quanto é precária a segurança nos balneários, conheço pessoas de vários balneários que afirmam ser esta realidade.

Durante o verão vivemos trancafiados dentro de casa com medo de assaltos, pois até conversar na “cerca” com vizinhos é perigoso. No verão passado uma senhora foi assaltada enquanto conversava com sua vizinha na frente de casa. É um absurdo!

Fora da temporada temos que colocar trancas nas portas e janelas, grades, alarmes, cães de guarda, pagar vigilância e mesmo assim somos visitados por ladrões que nos roubam e agridem nossas famílias.

Porém, essa situação não acontece somente nas praias, os ladrões estão indo para o interior também, e o pior é que lá as casas estão habitadas. Estamos correndo riscos inimagináveis, nossas famílias estão à mercê dos bandidos.

Você sabia que no interior de uma cidade vizinha de Criciúma,  quase todas as residências já foram assaltadas? Não me perguntem como eu sei. Não tenho um levantamento certo, mas um dia ainda faço. É inadimissível saber que nem na “roça” estamos seguros. Achávamos que não seríamos atingidos pela violência que aí está, puro engano.

Não dá para entender, como uma casa no interior ser assaltada cinco vezes e as autoridades não estão nem aí? Se estão fazendo alguma coisa não estão nos informando, então só tenho a dizer que nada está sendo feito.

Gente, cinco vezes é muita coisa, não acham? Será que não deu tempo ainda de averiguar o que anda acontecendo? É bandido de fora? Ou não? O que dizer e fazer? Alguém tem uma resposta para tanta violência? É loucura construir uma casa na praia?

É loucura a insegurança que anda neste nosso país, isso sim. Pessoas de bem não podem mais sair nas ruas porque não sabem se voltarão, famílias são arrancadas do aconchego de seus lares por bandidos, entes queridos sendo mortos por motivo banal, famílias de luto.

Está difícil viver nesta situação, não acham? Que fututo terão nossas crianças se as coisas continuarem como estão?

 

Topo
NOSSAS NOTÍCIAS NO SEU E-MAIL
Receba uma vez por dia no seu e-mail, as notícias do Portal Veneza
Suas informações nunca serão compartilhadas com terceiros.