Colunistas Margarete Ugioni

Margarete Ugioni: Fui visitar uma ex-colega de trabalho que se encontra adoentada e necessitando de cuidados

blank

Amor incondicional

Dias atrás fui visitar uma ex-colega de trabalho que se encontra adoentada e necessitando de cuidados.

O que vi me deixou impressionada e feliz ao mesmo tempo: a união e dedicação dos filhos e do esposo em cuidar da mãe.

Esta colega é uma pessoa maravilhosa, lembro-me quando trabalhávamos juntas que ela se esmerava no bom atendimento ao público, amava o que fazia e nunca se queixava, mesmo quando recebia alguém alterado ou irritado.

Tinha uma paciência, uma delicadeza e amor que chamava a atenção de todos os colegas e público. Durante o tempo que trabalhei com ela no referido estabelecimento de ensino, ninguém conseguiu se igualar a ela quanto mais fazer melhor. Todos queriam ser atendidos pela Cacilda.

Minha colega recebia constantemente presentes deixando todos nós com certa “inveja boa”, pois éramos conscientes de que ela merecia todos os elogios e presentes.

Diante do ser humano maravilhoso que é não me admiro que ela tenha criado sua família dentro dos mesmos princípios de amor, carinho, paciência e dedicação. Mesmo diante da doença – agora em recuperação – está alegre, sorridente, descontraída, receptiva. Pensei encontrar uma mulher abatida, desanimada e indiferente, mas foi bem ao contrário.

Os filhos se revezavam em fazer-lhe companhia, quando um saía o outro chegava, eles tinham uma sincronia impressionante.

Não sei de que forma administram suas vidas profissionais, mas em nenhum momento ela ficou sem a presença de algum deles.

Eu fiquei muito feliz e recebi um presente de natal em saber que ainda existem famílias unidas como aquela, foi uma lição de vida e amor. É uma entrega total, por parte de todos, em prol da recuperação e felicidade da Cacilda.

Percebi, na minha reflexão, de que não precisamos de muito para ser feliz, não precisamos de dinheiro, bens materiais, status.

Para ser feliz precisamos de uma família unida que ainda acredite no amor, na união, na doação pela felicidade do outro.

Neste natal pensemos um pouco mais nestes valores por ora tão esquecidos, vamos valorizar o que temos de mais sagrado que é nossa família. A família de Nazaré hoje, para mim, representa a família da Cacilda, eles são a imagem da família sagrada, puro amor e fraternidade.

Desejo à família da Cacilda, à minha família e a todas as famílias que sempre estiveram ao meu lado um FELIZ E SANTO NATAL!

Maria Margarete Olimpio Ugioni

Todos os dias as notícias do
Portal Veneza no seu e-mail

Leia nossa política de privacidade para mais detalhes.

comentário

Click here to post a comment
  • Linda sua mensagem, Margarete. Fico feliz, quando encontro pessoas que sabem propagar os verdadeiros valores. Feliz Natal também a você e a todos os disseminam o bem.