Colunistas

Loja Osvaldo Souza

Mesmo já tendo passado o Natal, época em que se gasta mais, não perdemos o costume de irmos para as compras quando se fala em liquidação.

Passeando entre o comércio senti falta de uma loja que eu conhecia e comprava desde que era muito jovem, a loja Osvaldo Souza.

Desde que era adolescente, quando minha mãe pedia que eu fosse no “centro” lá estava a banca de revistas e jornais do seu Osvaldo na Praça Nereu Ramos em Criciúma. Quem não comprou nesta banca ou pelo menos dava uma espiadela nas revistas?

Foi banca e distribuidora de revistas e jornais (meu pai comprava revistas e jornais “vencidos” para embrulhar carnes e peixes), loja de esportes, brinquedos, escritório e papelaria e muitas outras coisas, sempre que precisava de alguma coisa ia primeiro no seu Osvaldo.

O tempo passou e por motivos que não vem ao caso, a loja fechou suas portas deixando um vazio insubstituível no comércio. Foi uma pena!

E falando em Osvaldo Souza é impossível não falar da Sônia, minha vizinha que trabalhou durante quarenta e dois anos junto do comércio da família.

A Sônia foi uma das primeiras funcionárias e permaneceu até o último dia de funcionamento da loja, que até então funcionava na rua Cel. Coronel Marcos Rovaris. Assim que entrava na loja corria os olhos para encontrá-la e ser atendida por ela.

Ela acompanhou e contribuiu para o crescimento do comércio, começou a trabalhar ainda muito menina e quando saiu já era uma bela avó.

Que exemplo de dedicação, honestidade, paixão pelo trabalho e amor para com o seu Osvaldo e a dona Zélia. Quantas vezes eu a vi acompanhando o seu Osvaldo a pé, até sua casa, que ficava perto da loja. Quanto carinho!

É importante a gente lembrar exemplos bons, faz muito bem para o coração e para a sociedade de modo geral. Com certeza podem estar pensando “mas ela recebia para trabalhar” e daí, alguém trabalha sem receber? E quantos de vocês conhecem alguém que se dedicou tanto para o crescimento de outro como ela o fez?

A Sônia sempre dizia que trabalharia até o dia em que a loja encerrasse suas atividades e assim aconteceu.

Sentiremos saudades da cordialidade da Sônia e da Loja Osvaldo Souza.

Maria Margarete Olimpio Ugioni

Descubra Nova Veneza em Santa Catarina, a Capital Nacional da Gastronomia Típica Italiana. Notícias, turismo e restaurantes.

No ar desde 25 de outubro de 2005

Topo
NOSSAS NOTÍCIAS NO SEU E-MAIL
Receba uma vez por dia no seu e-mail, as notícias do Portal Veneza
Suas informações nunca serão compartilhadas com terceiros.