Colunistas

Livro O Diário de Myriam: relato de uma menina sobre a guerra da Síria

Um relato sobre a guerra da Síria pelo olhar de uma criança, assim é O Diário de Myriam que com suas anotações consegue mostrar um pouco sobre os acontecimentos de 2011 a 2016. Escrito por MyriamRawick com a colaboração de Philippe Lobjois, o livro tem textos curtos, escritos pela menina quando tinha 6 a 11 anos, sobre suas atividades do dia a dia, as mudanças na rotina conforme a guerra vai acontecendo e aumentando, seus sentimentos em relação a tudo o que está vendo, ouvindo, vivendo e muito mais.

Esta obra mostra o que se passou na Síria,neste período, de forma diferente. Em seus relatos, a garota demonstra sentimentos: esperança, tristezas e alegrias e assim os leitores vão percebendo o início da guerra, quando a família tem que abandonar o lar, que conseguiam identificar as armas pelos sons que ouviam, até a garota poder voltar para a casa e saber exatamente como tudo está depois de tanta destruição.

Moradora de Alepo, Myriam citamuito seus pais e sua irmã mais nova Joelleem seu livro. Ela conta que a família se mudou algumas vezes, sempre buscando segurança e tentando fugir da destruição desta guerra. Também descreve o que fez nestes dias, mostrando que continuou a frequentar a escola, qual era a forma de tentar fugir dos bombardeios, o tempo sem energia, sem água, sem gás, sem comida e como sobreviviam nestes períodos. Passaram frio, calor, fome e medo, muito medo. Sua religião é católica, então sua mãe era voluntária em uma instituição desta religião que ajudava as famílias mais necessitadas, tanto com distribuição de comida até dando aula a crianças refugiadas.

Myriam amadureceu antes do tempo, percebe-se a mudança de sua inocência quando a guerra começou para a transformação de uma adolescente que entende e sofre o que está vivendo, isso nas mais de 300 páginas do livro. Ao mesmo tempo mostra que a esperança sempre esteve presente, apesar de tanta destruição e morte ao seu redor. E que apesar do caos, da incerteza e do medo, os vizinhos se apoiavam e havia solidariedade entre eles, que dividiam a comida, roupas e o que podiam, sempre buscando confortar uns aos outros. Lendo este livro, você vai conhecer um pouco da guerra da Síria por outra perspectiva.

O Diário de Myriam, de Myriam Rawick e Philippe Lobjois – 305 páginas.

Topo
NOSSAS NOTÍCIAS NO SEU E-MAIL
Receba uma vez por dia no seu e-mail, as notícias do Portal Veneza
Suas informações nunca serão compartilhadas com terceiros.