Por Beatriz Formanslki

EPIs serão serão utilizados por quatro instituições administradas pelo IMAS no Sul Catarinense (hospitais de Nova Veneza, Araranguá e Sombrio e a UPA de Criciúma – e pela Secretaria de Saúde de Criciúma

Com o intuito de auxiliar os profissionais da saúde no combate ao novo Coronavírus, os profissionais da La Moda se engajaram de forma voluntária para confeccionar aventais que serão usados como Equipamentos de Proteção Individual (EPI).

Dos 350 aventais produzidos, 220 deles serão encaminhados a instituições administradas pelo Instituto Maria Schmitt (IMAS) (Hospital Regional de Araranguá, os hospitais São Marcos, de Nova Veneza, o Dom Joaquim de Sombrio e a Unidade de Pronto Atendimento Dr. Antônio Carlos Althoff – UPA Próspera), e os outros 130 à Secretaria Municipal de Saúde de Criciúma.

A ação é a soma da solidariedade de vários profissionais da La Moda que se dispuseram a participar e viabilizar a entrega dos aventais, pontua a enfermeira da empresa, Camila Dagostin Lemos. “Por ser de algodão e tricoline a proteção pode ser higienizada conforme as normativas da OMS e utilizada novamente por cima do jaleco dos profissionais da saúde para que não haja contaminação”, explica.

Além disso, a empresa também está confeccionando aventais descartáveis, com outros tipos de tecido, também a serem encaminhados à Secretaria de Saúde de Criciúma. “Ajudar está em nossas mãos. Em meio a essa pandemia a La Moda pensou em algo que pudesse impactar positivamente a população como um todo. Pensar na prevenção dos profissionais que estão à frente desse trabalho é uma maneira de combater a COVID-19”, ressalta a gerente de RH, Michele Pereira.