Por Cris Freitas com edição de Willians Biehl

Nova Veneza mantém medidas restritivas do decreto municipal 194/2020 prorrogadas na última segunda, 27, por mais 14 dias.

Além da manutenção, a cidade irá intensificar as ações de fiscalização a festas particulares, restaurantes e bares, afim de evitar aglomerações.

De acordo prefeito Rogério Frigo, o motivo são algumas mudanças no decreto discutido durante a reunião da AMREC. “As decisões afetam diretamente a rede gastronômica e sacrifica o setor. Iremos manter o decreto em vigor. Vamos reforçar a fiscalização em restaurantes, bares e festas particulares. Pedimos o apoio dos proprietários dos estabelecimentos que colaborem e cumpram as medidas de restritivas para evitar os transtornos. E também que a população continue denunciando os eventos particulares”.

Entre as medidas restritivas que continuam a valer estão: a entrada de pessoas para consumo no local fica restrita até às 22 horas, podendo o cliente permanecer no local até, no máximo, às 23 horas; após as 22 horas, para novos atendimentos, os serviços de alimentação não essenciais poderão funcionar somente na modalidade do tipo tele-entrega (delivery), retirada na porta ou drive thru.

São considerados serviços de alimentação essenciais: supermercados, mercados, mercearias,
padarias, açougues, fruteiras, feiras livres, peixarias, lojas de venda de produtos alimentícios, lojas de venda de salgados, doces, bolos e tortas.