Por volta das 21h50min deste domingo, 21, Agnaldo Orione Alves, de 36 anos, conhecido como Baiacu, foi morto com quatro tiros de revólver diante de dezenas de testemunhas.

Segundo frequentadores do local, conhecido como “Mosquiteiro”, localizado na NVA-150, no Distrito de São Bento Baixo, Baiacu teria discutido com um rapaz, que logo em seguida passou pela cerca uma arma ao assassino, que ficou esperando do lado de fora. Alves então foi chamado para sair do estabelecimento e já fora, na margem da rodovia, foi alvejado com quatro tiros, dois no peito e dois nas costas, falecendo no local, antes mesmo da chegada dos socorristas do Samu e Corpo de Bombeiros de Forquilhinha.

Os policiais acreditam que a motivação do crime tenha sido acerto de contas e tenha relação com dívida de drogas. A polícia já tem a identificação dos criminosos, que após a ação, fugiram em um Renault Clio de cor prata.

Willians Biehl




A vítima, Agnaldo Orione Alves, de 36 anos, conhecido como Baiacu.