Saúde

Grupo Mão Amiga, da Coopera, realiza evento e lança livro sobre Ervas Medicinais

blank

As plantas e ervas medicinais são utilizadas desde o começo dos tempos. Um conhecimento repassado por gerações e aperfeiçoado com novas descobertas com o passar dos anos. Das ervas sugiram os medicamentos, tratamentos e soluções para melhorar a qualidade de vida, mas, vale lembrar, que é fundamental utilizá-las com sabedoria e respeito.

E foi dessa forma que as integrantes do Grupo Mão Amiga, da COOPERA, criaram o livro “Ervas Medicinais e suas Propriedades”. A obra e algumas ervas descritas no impresso foram entregues a comunidade no evento realizado no último sábado, 11, na Praça da Igreja da  comunidade de Morro Estevão, em Criciúma.  Durante a ação foram distribuídas mais de 800 mudas de ervas medicinais, além da entrega gratuita do livro. O evento contou com a presença de dezenas de moradores e das voluntárias da Pastoral da Saúde, que deram orientações à população sobre a utilização das ervas. O presidente Walmir Rampinelli, prestigiou a ação visitando todas as mesas onde as ervas foram colocadas a disposição dos visitantes.

A dona de casa Nilza Rosso, moradora do bairro Morro Albino, em Criciúma, compareceu no evento.  “Gostei muito dessa iniciativa e estou levando para casa muitas ervas que não conhecia”, comentou a moradora. A cuidadora Maria Lúcia, do bairro Jardim Esteves, também prestigiou o evento acompanhada do filho e do marido. “Lá em casa eu já utilizo muitas ervas para fazer chás e o benefício é verdadeiro”, relatou.

A coordenadora do grupo Mão Amiga, Nete Dagostin, disse que o evento foi um sucesso e  que escrever o livro trouxe mais conhecimento e novidades  sobre o efeito de algumas das ervas.  O livro conta com mais de 20 ervas detalhadas nas 35 páginas do livro. “Esse projeto  nasceu pra ser uma ferramenta de aproximação do Mão Amiga em tempos de pandemia e, claro, pra registrar toda a sabedoria popular presente no grupo”, explicou  Josi Jacques, coordenadora do setor de cooperativismo da Coopera. O gerente geral da Coopera, Rogério Feller, ficou feliz com o sucesso da ação. “O projeto é importante por que está elevando a autoestima dessas pessoas que tem nesse trabalho um papel fundamental na sociedade”, disse.

Por Débora Cândido Garcia

Todos os dias as notícias do
Portal Veneza no seu e-mail

Leia nossa política de privacidade para mais detalhes.