Por Carvalho Assessoria

Busca por melhorias estéticas auxilia na autoconfiança feminina.  

Os procedimentos estéticos na região íntima do corpo estão sendo cada vez mais procurados e já são alternativas para quem não quer se submeter a cirurgias plásticas.  Mesmo que não exista um padrão definido de beleza para a área íntima, há queixas e desejos de mulheres e homens em relação à aparência ou à evolução estética dessa região.

O que é a estética intima?

A região íntima possui um perfil específico de sensibilidade, por isso, a estética íntima é um conjunto de procedimentos e técnicas que surgem como resultados do avanço tecnológico em estética, eletroterapia e cosmetologia.

Esses avanços juntos resultam em um tratamento específico para essa região.  Além disso, a estética íntima é uma maneira de resgatar a jovialidade da região genital, melhorando seu aspecto estético, resgatando a autoestima e proporcionando uma melhor qualidade de vida.

Para Joielle Mendonça, Farmacêutica Industrial, Pós-Graduada em Ciência e Tecnologia de Cosméticos e responsável técnica da Indústria de Cosméticos Adélia Mendonça, a estética íntima faz parte de modalidades realizadas por profissionais capacitados no segmento. “Consiste na modificação corporal de áreas genitais com terapias específicas e eletroterapias”, explica.

O avanço da tecnologia e de pesquisas já visam somar práticas para atingir três padrões essenciais relevantes na estética íntima, que são os fatores estéticos, funcionais e sexuais. Dessa forma, ao melhorar a aparência e a funcionalidade da área genital, através do estímulo da produção de colágeno e elastina, ocorre uma melhora da textura, elasticidade e luminosidade da região.

Além disso, Joielle Mendonça explica que é possível conquistar uma região genital mais hidratada, homogênea, clara e suave ao toque. “Os protocolos especiais íntimos acrescentam um diferencial do clareamento global da região vulvar e perianal”, destaca.

Estética intima x Saúde sexual

A estética íntima interfere, até mesmo, diretamente na vida sexual, já que muitas vezes a inadequação da qualidade sexual está diretamente ligada à insatisfação do aspecto físico ou funcional da região genital, além disso, um acompanhamento sequencial resulta em melhorias para a saúde e o corpo. “A paciente tem uma vida sexual normal e muito mais ativa porque adquire autoconfiança”, ressalta Joielle Mendonça.

Tratamentos estéticos

Um bom tratamento precisa de um bom profissional e ótimos produtos. Joielle Mendonça destaca que existem vários tratamentos estéticos disponíveis atualmente, que devem ser realizados em clínicas especializadas. Muitos desses tratamentos são de custo acessível. “É importante que o profissional capacitado determine a melhor associação de tratamentos ao caso clínico”, explica.

Dicas e recomendações

Apesar de algumas mulheres ainda considerarem a beleza íntima como um tabu, é importante destacar que o assunto faz parte da saúde e autoestima. “A principal dica é que elas valorizem a estética íntima se houver alguma insatisfação pessoal, pois há solução sim. Não guardem essa insatisfação. Considerem também um ápice de beleza que estão aptas a buscar, tenham domínio e empoderamento da sua beleza íntima”, recomenda Joielle Mendonça.

Sobre a Adélia Mendonça Cosméticos

A Indústria de Cosméticos Adélia Mendonça desenvolve dermocosméticos de alta performance, se comprometendo a uma busca constante pela eficácia e excelência de seus produtos. No Brasil, é pioneira nas áreas da estética íntima e skincare de alto percentual ativo, também atuando com estética corporal, capilar e facial. A empresa é referência nacional no mercado de cosmiatria e, além disso, possui um compromisso com a comprovação científica dos resultados, primando por tecnologia e pesquisa no desenvolvimento de seus produtos.