Às vezes é necessário,
Que algumas coisas partam,
Para longe,
Ou para perto,
Mas que se distanciem de nós!

Às vezes,
É necessário perder,
Se perder,
Tropeçar,
Até cair,
Para conseguir compreender!

Às vezes é necessário chorar,
Se permitir sentir,
E deixar algumas coisas partirem,
Para novamente compreender!

Às vezes,
Alguns nãos são necessários,
E olhar para si,
Também se faz necessário!