Em entrevista na rádio Eldorado na manhã desta sexta-feira, o vereador Edaltro Bortolotto (PSDB) analisou o cenário eleitor de 2020 sem considerar a possibilidade de Eloir Minatto o Biro-Biro (PSD) estar no jogo. E foi sem que tenha sido perguntado diretamente sobre isso.

Edaltro, que é pré-candidato a vice-prefeito numa composição com o atual prefeito Rogério Frigo (PSDB), falou dos também pretendentes à vaga pelo PSD e citou apenas os pessedistas Élzio Milanez e Vanderlei Spillere.

Edaltro chamou atenção por ter deixado o nome de Biro-Biro, que assim como os outros dois do PSD é pré-candidato. Foi aí que Edaltro provou a pergunta sobre o porquê de deixar fora o nome do terceiro que é hoje o presidente do PSD. E a resposta veio fulminante. Considera o Biro-Biro fora do jogo e em conflito interno no partido. Deu “eco” à aquelas especulações de que o PSD está preparando a “derrubada” do Biro-Biro.

A reação de Biro-Biro foi imediata. Ele estava ouvindo a entrevista e conversou comigo a respeito. Disse considerar a atitude de Edaltro desrespeitosa e que tem na memória um quase dossiê, que se resolver botar na rua vai mostrar “quem é o Edaltro”. E isso ele deve fazer terça-feira da semana que vem, um dia após reunir o seu partido. Na reunião Biro-Biro disse que vai pedir a todos do PSD que mostrem o quanto a sigla está unida.