Cultura

Documentário Nova Veneza 1891 será lançado no dia 20 de junho

blank

Comemorando os 130 anos de colonização e os 63 anos de emancipação de Nova Veneza, será lançado no dia 20 de junho o documentário “Nova Veneza 1891”, terceiro episódio da série sobre a Imigração Italiana no Sul de Santa Catarina, produzido pelo jornalista Júlio Cancellier.

O vídeo conta a história do município, com destaque para a gastronomia, turismo e o desenvolvimento especialmente do distrito de Caravaggio. Fatos do passado, como a fundação da Colônia Nova Veneza, a viagem do governador Hercílio Luz para participar da festa de São Marcos em 1895 e a chegada da gôndola são revisitados pelo autor, que colheu depoimentos e vasculhou os arquivos históricos para montar o documentário.

“Apresentamos histórias muito interessantes como a chegada da missão com os primeiros padres e a devoção a Nossa Senhora do Caravaggio. Além disso, mostraremos o processo de fabricação dos sinos e o canto de uma ópera a beira de um lago. O castelo de pedra também está na pauta”, adianta Cancellier.     

Depois de narrar a fundação da Colônia de Azambuja (1877) e a expansão do núcleo de Urussanga (1878), o jornalista, que é descendente de imigrantes italianos, chega a este pedaço da Itália no sul catarinense para saudar e lembrar a história de uma cidade que orgulha-se de suas raizes italianas.

“Nesta série, revisitarmos o passado, seguindo os passos e o caminho aberto pelos imigrantes a partir de Azambuja em 1877, que rapidamente se expandiu para todo Sul catarinense. Os próximos episódios contarão histórias de Treviso, Siderópolis (que era chamada Nova Belluno), Cocal do Sul, Orleans, Treze de Maio e Criciúma”, anuncia Cancellier.

O documentário tem pré-estreia agendada para o dia 20 de junho, às 20 horas nos canais www.facebook.com/cancellieroficial e www.youtube.com/juliocancellier .

MAIS INFORMAÇÕES: 48 996322123

Por Júlio Cancellier

blank

Todos os dias as notícias do
Portal Veneza no seu e-mail

Leia nossa política de privacidade para mais detalhes.