Meio Ambiente

Um dia de alertas pela preservação do Meio Ambiente

Por Francine Ferreira

No dia alusivo ao tema, Comitê Araranguá realizou atividades no município.  

Pensando em levar o alerta do Dia Mundial do Meio Ambiente à maior quantidade de pessoas possível, o Comitê da Bacia do Rio Araranguá e Afluentes Catarinenses do Rio Mampituba realizou atividades alusivas à data durante toda essa quarta-feira, 5, no Calçadão do Centro de Araranguá.

A ação, assim como o II Seminário sobre Licenciamento Ambiental, foi uma parceria do Comitê Araranguá com o Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae), Fundação do Meio Ambiente (FAMA), Administração Municipal, Conselho Ambiental (Coama) e Lions Clube do município.

“Trabalhamos no Calçadão, cada entidade em sua área, mas atuando de forma conjunta, em atividades muito positivas. Entregamos materiais de educação ambiental do Comitê, juntamente com a FAMA, que distribuiu mudas de árvores aos presentes. Também foi realizado um trabalho de conscientização com relação ao bem estar animal e contra os maus tratos e, nos discursos, durante a solenidade, destacamos a importância da água e da preservação para as futuras gerações”, ressalta o presidente do Comitê Araranguá, Luiz Leme.

Seminário sobre Licenciamento Ambiental reúne uma centena de profissionais

Seguindo a programação do Comitê Araranguá para a Semana do Meio Ambiente, o II Seminário sobre Licenciamento Ambiental foi considerado um sucesso. O evento, que aconteceu na noite dessa quarta-feira, no auditório do Center Shopping, em Araranguá, reuniu 104 participantes.

De acordo com o presidente do Comitê, toda a região próxima foi convidada e muita gente compareceu. “Profissionais de toda a Bacia Hidrográfica estiveram presentes, técnicos e engenheiros ambientais de municípios vizinhos”, destaca.

Abordando um tema bastante relevante para quem precisa lidar com o assunto, o seminário serviu para esclarecer inúmeras dúvidas dos presentes. “O gerente de Desenvolvimento Ambiental do Instituto do Meio Ambiente em Criciúma, Eduardo Miotello, falou sobre a sistemática do licenciamento ambiental. Da mesma forma, o advogado Filipe Barchinski explanou muito bem sobre muitos casos de insegurança jurídica que envolvem o assunto. Foi tudo muito gratificante”, completa Leme.

Na oportunidade, 104 quilos de alimento foram arrecadados e, posteriormente, serão encaminhados para a Casa Lar Irmã Carmem.

Topo
NOSSAS NOTÍCIAS NO SEU E-MAIL
Receba uma vez por dia no seu e-mail, as notícias do Portal Veneza
Suas informações nunca serão compartilhadas com terceiros.