Currículo Vitae de estudantes – Como se destacar

Apesar de ainda estarem estudando, muitos jovens precisam ir atrás do seu primeiro emprego e, com isso, enfrentam grandes dúvidas na hora de redigir o CV. O modelo de currículo para estudantes ou para não estudantes é o mesmo, porém algumas informações não se aplicam no caso dos jovens que ainda estão na escola ou universidade.

Então, nesses casos é preciso redobrar o cuidado a fim de construir um bom curriculum, que realmente chame a atenção dos recrutadores e ajude a conseguir o desejado emprego.

Qual a diferença entre um curriculum vitae de estudante dos outros?

A grande e principal diferença, de maneira geral, é que o estudante não terá tanta experiência como alguém que já se encontra no mercado de trabalho a muitos anos. Essa falta de experiência profissional pode ser um grande inconveniente, mas na maioria das vezes, os recrutadores entendem, até pela situação em si. E desta forma os jovens precisam focar então nos pontos positivos e aliviar o peso sobre as experiências.

Então o primeiro e mais essencial passo é colocar no documento os seus dados pessoais. Não se esqueça de incluir nome, endereço ou apenas indicar o bairro/cidade que você mora, o e-mail, números de telefone (o recomendado sempre é mais de 1 número, porque caso você não esteja disponível o recrutador pode deixar o recado com alguém de sua confiança) e sua foto, caso o recrutador solicite isso.

A partir daí o currículo de estudante começa a se diferenciar dos demais pois o foco não será as experiências profissionais.

Nível de ensino no currículo

A informação mais importante no currículo de um estudante é a sua formação acadêmica, essa é sem dúvidas a parte que os recrutadores mais analisam. Por isso, depois das suas informações pessoais insira logo o seu nível de ensino. A dica é colocar por ordem cronológica, do atual para o mais antigo, então se você estiver na faculdade, por exemplo, pode colocar o curso que estuda e qual a previsão de término, seguida de onde formou no ensino médio.

Nível de idiomas no currículo

Se você domina algum idioma estrangeiro é essencial que essa informação também esteja presente no seu CV pois é um grande diferencial entre os demais candidatos. Lembre-se de colocar, além do idioma em questão, qual é o seu nível: iniciante, intermediário ou avançado, isso ajudará o recrutador a entender melhor o seu perfil e suas competências.

Objetivo profissional no currículo

Por se tratar de um currículo de estudante é legal informar qual é o seu interesse profissional dentro da empresa e também com pensamentos a longo prazo. Pode colocar por exemplo que o seu objetivo profissional no cargo é ser “Analista de Contabilidade”, mesmo que você esteja se candidatando a uma vaga de estagiário, pois isso demonstrará ao recrutador a sua ambição, que normalmente é visto como uma coisa boa.  Para os futuros profissionais você também pode informar o que deseja depois de formado, claro, se isso tiver alguma relação com o cargo ao qual está se aplicando, pois aumentará as suas chances de conseguir a vaga.

Então, boa sorte estudantes, arrasem nos currículos e consigam todos bons empregos!

Todos os dias as notícias do
Portal Veneza no seu e-mail

Leia nossa política de privacidade para mais detalhes.

Bloqueio de anúncio detectado!

Por favor, para continuar é necessário desativar seu bloqueador de anúncios!