2020 já iniciou com tudo: novas possibilidades, novos dias a serem vivenciados e aproveitados de acordo com a realidade de cada um, e as exigências continuam. No trabalho, em casa, exigências pessoais, e até mesmo, as cobranças (internas e externas). Culturalmente a tendência humana é olhar mais para o outro do que para si, ou seja, priorizar os aspectos externos – rotina, obrigações, trabalho, do que os internos – consigo mesmo. Porém, quando não estamos bem, nada vai bem. Concorda?

Por isso, hoje te convido a refletirmos acerca do autocuidado. Em uma sociedade em que olhamos tanto para o outro – o cônjuge, o filho, os pais, os amigos, o chefe… e deixamos de olhar para nós, é necessário lembrar que isso é extremamente importante! Isso não significa que não podemos cuidar do outro, mas sim, que não devemos ESQUECER de nós mesmos, viu?

“Ah Giovana, falar é fácil, mas eu não tenho dinheiro para ir ao salão de beleza”… “Não consigo fazer a viagem dos sonhos…” “Fazer aquela faculdade está fora de cogitação neste momento…” – AUTOCUIDADO VAI MUITO ALÉM DISSO. É Sobre querer-se bem, cuidar de si mesmo, aproveitar os momentos consigo. Vai além de aspectos materiais – é intrínseco, interno. Você pode estar na viagem dos sonhos, mas triste. Você pode fazer aquela faculdade dos sonhos, e ainda continuar insatisfeito (a)… Por isso, o autocuidado vai além disso tudo.

Fato é que, diante da correria do cotidiano, por vezes esquecemos de olhar para nós mesmos: avaliar o que estamos sentindo, se estamos satisfeitos com o estilo de vida em que levamos, e principalmente: como cuidamos de nós mesmos. E você, tem cuidado de si?

O autocuidado e a autoestima estão juntos: ao promover um, o outro estará acoplado. Desta forma, compreende-se que o autocuidado está envolvido nas atividades que são realizadas a fim de cultivar nossa própria qualidade de vida, sempre com autonomia e de forma responsável.

Como exercitar o autocuidado?

  • Busque aquilo que faz sentido para você!
  • Realize um hobbie durante a semana, ao menos, cinco, dez minutos do seu dia para fazer algo que realmente goste: seja ouvir uma música, fazer uma caminhada, ler um livro ou conversar com alguém especial.

  • Ao finais de semana ou folgas, tenha como hábito relaxar – independente da sua forma de relaxar: desligar-se do trabalho é importante para renovar suas energias e retornar de forma eficiente.

  • Respire: ao perceber que está demasiadamente acelerado, respire fundo e preste atenção em sua respiração, ela é quem lhe mostra a sua velocidade.

  • Alimente-se e durma bem;

  • Tenha momentos de lazer com pessoas em que goste;

  • Permita-se ser você mesmo(a).

Os benefícios do autocuidado são inúmeros, mas pesquisas científicas já comprovam maior eficiência no ambiente de trabalho e maior produtividade, por exemplo. Maior sensação de bem-estar e autoconhecimento. O autocuidado é uma ferramenta de olhar para si mesmo, e que pode ser utilizada para potencializar características positivas suas.

E não: cuidar de si não é egoísmo, mas sim, um ato de amor! Quando cuidamos de nós mesmos, conseguimos cuidar de forma mais efetiva do outro.  Caso percebas que há algo que não está bacana, e que gera algum tipo de sofrimento, não hexite em buscar psicoterapia: é uma forma de autocuidado.

E se precisar conversar, fico à disposição.

Se cuida, viu?! Abraço fraterno!

Participe conosco! Envie suas dúvidas ou sugestõs para o e-mail gihh_b@hotmail.com Fico à disposição também no Instagram: @psicologagiovanacbaroni