O Coronavírus têm sido um dos assuntos mais comentados nas últimas semanas. Trata-se de um vírus que provoca infecções respiratórias, com potencial de levar o indivíduo até à morte.

Em especial pela falta de respiradores suficientes para atenderem à demanda da população do grupo de risco (pessoas mais idosas, ou que tenham uma doença prévia).

A Covid-19 tem resultado em grandes impactos no mundo de uma forma geral. As pessoas estão sendo orientadas a ficarem em casa, para evitar a disseminação do vírus. E a economia mundial tem sido muito afetada também.

Porém, há um mercado que tem apresentado crescimento nos últimos tempos, e que tem sobrevivido ao Covid-19.

Para saber mais sobre o assunto, continue lendo e confira tudo aqui!

O Coronavírus e a crise 

Apesar do grande impacto que a Covid-19 tem causado nos mercados mundiais, e da crise que gerou na economia, para um mercado em especial, a situação não está sendo tão desastrosa assim: trata-se do e-commerce.

Isso mesmo!

Hoje em dia, a internet tem sido a melhor forma que as pessoas encontraram para realizarem as suas compras. Afinal de contas, o Ministério da Saúde orientou a toda a população para se manter em quarentena, e permanecerem em casa para evitarem a contaminação pelo novo Coronavírus.

Com isso, as compras em lojas online têm aumentado substancialmente.

Até mesmo itens básicos estão sendo comprados em lojas virtuais. De acordo com as últimas tendências a loja online Descontos de Hoje, tenta se adaptar ao novo cenário e ao  impacto da Covid-19 que levou ao aumento das compras pela internet, que dispararam no mundo todo.

Ou seja, para o comércio eletrônico, o Coronavírus não trouxe crise, e sim um aumento significativo nas transações e novos desafios para se programar com o novo mercado.  

Dicas de como reduzir o efeito da Covid-19 no e-commerce

Se você tem uma loja virtual, e quer se prevenir também dos impactos causados pelo novo Coronavírus, então, você precisa conferir abaixo algumas dicas incríveis de como minimizar os efeitos dessa pandemia na sua loja online. Confira!

1 – Não fique nas mãos de apenas um fornecedor: depender de somente um fornecedor pode te trazer sérios prejuízos, independente de ser um fornecedor nacional ou não.

Para cada produto, ou para cada categoria de produtos, é importante que você tenha uma boa variedade de fornecedores. Dessa forma, se um deles não conseguir te atender, você ainda terá mais opções.

2 – Caixa e capital de giro: quando o mercado normalizar, os empreendedores que tiverem um bom caixa e capital de giro, terão mais condições de negociarem com os fornecedores.

Afinal de contas, como estão faltando muitos produtos no mercado, em especial aqueles que são importados da China, quando o mercado voltar ao normal, a tendência é que eles fabriquem grandes volumes, para suprirem a necessidade dos clientes.

Certamente, eles também irão vender para quem pagar mais. Por isso, se quiser ser um dos primeiros a abastecer o seu estoque, a dica é destinar uma boa quantia de dinheiro para a reposição para essa finalidade.

3 – Expansão do estoque: por falar em estoque, uma dica legal é, se possível, investir em uma quantidade maior dos principais produtos da sua loja. Afinal de contas, o fluxo de entrega dos produtos pode atrasar, e você pode ter o seu estoque zerado em instantes.

Em resumo, o e-commerce tem sobrevivido bem, mesmo diante da crise do Coronavírus. Mas saiba que medidas preventivas são sempre bem-vindas.