Moda

Cores e conforto: na moda, a tendência para o frio é se sentir bem

blank

Início do inverno neste mês reforça as principais pedidas entre roupas e acessórios, para a estação mais gelada do ano

O frio já deu as caras, mas o inverno propriamente dito começa neste mês, mais precisamente no próximo dia 21 de junho. Desde o início do outono, muito se falou sobre as tendências no mundo da moda para essa época mais gelada, que ainda deve permanecer forte nos próximos meses. Entre todas as rodas de conversa, uma coisa é certa: a aposta em cores e no conforto, já presente nas últimas estações, se mantém com força total.

Tons escuros e o ponto de luz

Que o inverno sempre combina com as cores mais escuras, todo mundo sabe. Neste ano a premissa não é diferente e, na cartela de cores, estão os tons sóbrios como o verde militar, marrom, azul e cinza, mas contrastados com tons vivos e vibrantes, como o magenta/bordo e o vermelho.

Neste cenário, conforme a gerente da Mark at Place – loja conceito no Criciúma Shopping –, Helen Moraes, a aposta no ponto de luz, ou ponto de cor, também ganha força. “A ideia é justamente acrescentar no look uma cor diferente, porque como geralmente as cores são mais escuras no inverno, esses pontos de luz se destacam nas composições. A tendência candy colours está muito em alta e pode ser usada em looks monocromáticos, aquele todo na mesma cor, ou até mesmo em acessórios que evidenciem a produção”, explica.

A tendência pode ser usada no look mais moderno e despojado (t-shirt e calça jeans) até o mais formal (blazer e calça alfaiataria). “As estampas são muito bem-vindas, com foco em algumas tendências como o xadrez e o animal print, com estampas de cobra, zebra, tigre e onça, por exemplo. Elas aparecem em camisas, vestidos, calças, saias, jaquetas e blazers”, completa Helen.

Além disso, o ponto de luz da composição pode se fazer presente, também, por meio do acessório. Principalmente no que diz respeito às bolsas, que podem mudar completamente um look preto, cinza ou de tons terrosos.

Conforto da cabeça aos pés

Tendência reforçada pelos tempos de pandemia, a busca pelo conforto continua firme e forte quando as temperaturas caem. A gerente da Mark at Place ressalta que, desde o ano passado, as lojas tem recebido cada vez mais clientes que procuram pelo tão necessário conforto, aliado à versatilidade.

“Aquele look que você sai e fica o dia inteiro confortável, que compõe um estilo moderno, indo do causal até os de trabalho, no tão falado home office. Podemos destacar os tricôs e os moletons, que já estão há duas estações como os queridinhos do momento. A maioria dessas peças tem conjuntos, então você não precisa pensar muito para compor o look, fica quentinho e cheio de estilo”, ressalta.

blank

Nos pés, as botas e tênis também seguem essa mesma linha. “As botas praticamente nunca saem de moda, sejam em modelos de cano curto, médio ou over, de salto alto, médio, baixo, tratorado, fino… Enfim, são muitas opções e sempre prontas para fazer a diferença na composição dos looks de inverno, pois podem ser usadas com vestido, calça, saia e trench-coat”, destaca Helen. Já em relação aos tênis, principalmente para ocasiões mais casuais e informais, seguem em alta os modelos chunky-sneaker (inspiração dos anos 80, com salto solado alto e mais robusto), flatforms (sola alta com solado reto), slip –on (modelo sem cadarço, com sola mais baixa), e estilo Converse (modelo da All Star com cano curto ou médio).

E as tendências masculinas?

Assim como o guarda-roupas feminino busca roupas confortáveis e versáteis no momento de pandemia, o masculino não é diferente. Apesar de serem normalmente mais atemporais e sem tantas opções de cores e estampas, a aposta para os looks fica por conta dos tecidos jeans, tricô, moletom e techwear (que possuí proteção para o corpo). Já os estilos vão do streetwear esportivo e casual, até o mais tradicional, com alfaiataria. Nos pés, a prioridade é para os tênis e coturnos mais fechados e com maior resistência para chuva, humidade e frio. “No caso das botas masculinas, devem ser usadas para compor looks mais casuais e modernos. Já para as composições mais formais, permanece sendo indicado o uso de sapatos mais clássicos”, finaliza a gerente da Mark at Place.

blank

Por Francine Ferreira

Todos os dias as notícias do
Portal Veneza no seu e-mail

Leia nossa política de privacidade para mais detalhes.