Fauna

Seria leviano de minha parte, se acaso escrevesse por aqui, que nos incêndios em vegetação não houvesse perda de vidas. Sim vidas, dos mamíferos, ovíparos, répteis e outros de nossas grandes, médias e pequenas matas. Está ocorrendo uma verdadeira matança, as quais nossos olhos não alcançam …

Créditos: Rafael B. Oliveira  

Moribundos que sofrem

Em tempos de pandemia onde se fala muito sobre questões de cuidados, as pessoas acamadas por diversas morbidades aqui em nossa região, são acometidas por um produto do fogo, neste caso a fumaça, que invade as residências onde estão os doentes, provocando do desconforto até a chamada dos serviços de emergências públicos, leia-se SAMU ou Corpo de Bombeiros. Lembro aqui os mineiros aposentados com a Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC), e outros tantos com outras enfermidades que sofrem com tal infortúnio.

Arquivo colunista

Trânsito

Inumeráveis foram as vezes enquanto Bombeiro Militar da ativa, fui ao combate com os demais colegas, a incêndios em vegetação. Nos acionamentos sempre havia alguém ou grupo de pessoas sendo prejudicadas.

Quando ocorria as margens da BR-101, das “SCs”, estradas, avenidas, ruas, quase sempre a fumaça invadia o espaço e dificultava a trafegabilidade e visibilidade dos usuários. Chegando ao ponto do fechamento destas vias.

Arquivo coulinista    

Do colunista

Como lemos acima percebemos que o incêndio em vegetação não trás nenhum benefício a população. Somente perdas e agravos a saúde, pasmem gente, boa parte destes eventos/ocorrências têm por causa, ação humana direta, ou seja, pessoas estão ateando fogo de maneira indiscriminada no mato, por motivos que só estas entendem como normal.

Como se diz, fogo é uma situação controlada, mas, quando fica fora de controle torna-se um incêndio. É o que ocorre com a ação de atear fogo em lixo por exemplo e não ficar no local. O fogo sem cuidado passa para a mata, alastrando-se de maneira rápida.

Todo grande incêndio começa pequeno, isso acontece com a bituca de cigarro jogada fora pela janela do veículo em andamento. Esta vai parar na vegetação, e o agente da atitude, nunca saberá que foi ele que causou tal ocorrência.

Então no resumo, o lixo deve ser colocado na lixeira de forma adequada, e não desprezado em ambientes desfavoráveis para a comunidade. É isso!

Palestras: 48 99172-9433