Saúde

Centro de Triagem: mudança de local gera manifestação, mas Saúde garante atendimentos

blank

Alteração se deu por aumento dos casos de pacientes com síndrome gripal, os sintomas da Covid-19. 

Assim como em toda a região, Nova Veneza também vem registrando um aumento significativo no número de casos da Covid-19. Tanto que o crescimento motivou a mudança do local do Centro de Triagem, do Hospital São Marcos para a unidade de saúde do Bairro Bortolotto. A alteração não agradou os moradores da comunidade, que resolveram fazer uma manifestação por conta do ocorrido. No entanto, a Secretaria de Saúde garantiu que todos os moradores receberão seus respectivos atendimentos, sem prejuízo para ninguém.

Uma das integrantes da manifestação, a presidente da associação de moradores do bairro, Bete Bortolotto alegou que o maior problema visto pelos membros da comunidade, foi o de que o bairro ficou sem sua unidade básica de saúde. “O Bairro Bortolotto é o maior de todo o município de Nova Veneza e eles tiraram sem comunicar, sem conversar, sem diálogo com a comunidade. As pessoas vieram para se consultar, chegaram e não sabiam que havia sido tudo transferido para o Bairro Bortoluzzi. A nossa indignação foi em favor dos idosos, pessoas mais vulneráveis, gestantes, que não tem como ir até lá”, argumentou.

Segundo a vereadora, em conversas no momento da manifestação, a secretária de saúde de Nova Veneza, Maristela Regina Vitali Cunico, afirmou que a mudança é temporária. “Ela nos falou que deve durar no máximo um mês, então vamos aguardar e cobrar para que, nesse prazo, volte tudo ao normal”, completou Bete.

Saúde garante atendimentos

Sobre a situação, a secretária de Saúde de Nova Veneza, Maristela Regina Vitali Cunico, explicou que a mudança se deu em virtude do considerável aumento na procura por pacientes com síndrome gripal. “Infelizmente tivemos que tomar algumas atitudes não muito simpáticas para alguns.

O espaço que tínhamos no hospital não estava mais comportando, as pessoas estavam aguardando muito tempo para serem atendidas e como a demanda aumentou muito, precisamos tomar uma decisão meio que rápida, para levar esses pacientes para um local mais adequado. Optamos por fazer no Bairro Bortolotto, porque é uma unidade de saúde bastante ampla, um lugar um pouco mais digno para esse momento”, reforçou.

Conforme Maristela, a decisão precisou ser tomada com rapidez, mas a mudança é realmente temporária. “Estive conversando com essas pessoas na manifestação, procuramos deixá-las bem tranquilas no sentido de que não vamos deixar faltar assistência para nenhum morador. As agentes comunitárias estão fazendo esse elo entre a unidade do Bairro Bortoluzzi e o paciente, para que eles tenham o atendimento adequado, sem que sejam prejudicados”, garantiu.

Para tanto, curativos domiciliares permanecem sendo feitos em casa e será possível até mesmo dispensar medicamentos para pacientes na própria unidade do Bairro Bortolotto, sem necessidade de deslocamento, seguindo todas as normas sanitárias obrigatórias. “Além disso, estamos com um carro à disposição da população que não tiver algum meio de se locomover”, acrescentou.

Por fim, a secretária também ressaltou a determinação de todos os municípios da Região Carbonífera, com o pedido de que as pessoas só procurem as unidades de saúde em casos de extrema urgência. “Que não procurem para atendimentos de rotina, para evitar a circulação e de entrar em ambientes que muitas pessoas normalmente entram”, finalizou.

Por Francine Ferreira 

  • blank
  • blank

Todos os dias as notícias do
Portal Veneza no seu e-mail

Leia nossa política de privacidade para mais detalhes.