Comemoração

Católicos celebram Domingo de Ramos da Paixão do Senhor

©Vatican News
Por Willians Biehl com informações de Bibiana Pignatel

Direto de Roma o seminarista neoveneziano, Giliard Cesconetto Gava, junto com Silvonei José, apresentou pela Rádio Vaticano, a procissão presidida pelo Papa Francisco.

Chegou o período em que os católicos celebram o grande mistério da Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus Cristo. O Domingo de Ramos da Paixão do Senhor abre a Semana Santa e rememora a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém, aclamado pelo povo com hosanas, palmas e ramos de oliveira.

Com os templos ornamentados na cor vermelha, que lembra o martírio e, no lugar das flores, utiliza ramos de oliveira ou palmas. As cinzas para a próxima Quaresma serão obtidas através da queima desses ramos, que também são incinerados a fim de afastar tempestades e em momentos de insegurança, conforme a tradição mantida por muitos católicos no Brasil.

"As pessoas queimam, num sinal de que Deus está conosco e de que não precisamos ter medo. É uma tradição muito forte, porque cortaram ramos de oliveira e colocaram onde Jesus iria passar. E onde Jesus passa, deixa bênçãos. Assim, nossos ramos são abençoados e os levamos para nossas casas como sinal de que Jesus ali passou com sua bênção. Podem ser deixados dentro de casa, ou mesmo no carro, como eu, muitas vezes, deixo um raminho. Eles lembram a vitória de Cristo sobre todos os males", enfatiza o Bispo da Diocese de Criciúma, Dom Jacinto Inacio Flach.

“As pessoas queimam, num sinal de que Deus está conosco e de que não precisamos ter medo. É uma tradição muito forte, porque cortaram ramos de oliveira e colocaram onde Jesus iria passar. E onde Jesus passa, deixa bênçãos. Assim, nossos ramos são abençoados e os levamos para nossas casas como sinal de que Jesus ali passou com sua bênção. Podem ser deixados dentro de casa, ou mesmo no carro, como eu, muitas vezes, deixo um raminho. Eles lembram a vitória de Cristo sobre todos os males”, enfatiza o Bispo da Diocese de Criciúma, Dom Jacinto Inacio Flach. ©Bibiana Pignatel

Em Roma

A procissão de Domingo de Ramos, presidida pelo Papa Francisco, foi transmitida para o mundo diretamente da praça São Pedro no Vaticano, pela Rádio Vaticano junto com a Vatican Media & Vatican News, com apresentação de Silvonei José, e do seminarista neoveneziano, Giliard Cesconetto Gava.

Santuário Diocesano Nossa Senhora de Caravaggio

14 – Domingo de Ramos
08h: Bênção dos Ramos, Procissão e Missa – residência de Angelin Spillere até o Santuário

18 – Quinta-Feira Santa
09h – 11h e 14h – 17h: Confissões – Santuário
19h30min: Missa da Ceia do Senhor e Adoração – Santuário

19 – Sexta-Feira Santa
15h: Celebração da Paixão – Santuário
19h: Caminhada da Penitência – Ruas de Caravaggio

20 – Sábado Santo
19h30min: Vigília Pascal – Santuário

21 – Domingo da Páscoa
08h: Missa – Santuário

Paróquia São Marcos

14 – Domingo de Ramos
08h: Missa com Bênção e Procissão de Ramos – Praça Padre Amilcar até a Matriz
08h: Missa com Bênção de Ramos – Rio Cedro Alto
09h: Missa e Confissão Individual – Matriz

18 – Quinta-Feira Santa
19h30min: Missa da Ceia do Senhor – Matriz
19h30min: Missa da Ceia do Senhor – Bortolotto
Adoração Eucarística – Comunidades
Tríduo Pascal – São Bento Alto

19 – Sexta-Feira Santa
07h: Via Sacra ou Adoração por grupo – Matriz
09h: Paraliturgia da Paixão – Matriz
09h: Atendimento de Confissões – Matriz
14h: Liturgia da Paixão – Matriz
15h: Liturgia da Paixão – Bortolotto
15h: Via Sacra – Matriz

20 – Sábado Santo
19h30min: Vigília Pascal – Matriz
19h30min: Vigília Pascal – Bortolotto

21 – Domingo da Páscoa
08h: Missa da Páscoa – Matriz
08h: Missa da Páscoa – Bortolotto
09h30min: Missa da Páscoa – São Martinho Alto

Não haverá Missa das 18h na Matriz

Topo
NOSSAS NOTÍCIAS NO SEU E-MAIL
Receba uma vez por dia no seu e-mail, as notícias do Portal Veneza
Suas informações nunca serão compartilhadas com terceiros.