Comunidade

Após reparo na tubulação, moradores começam a receber água em Nova Veneza

Willians Biehl

O problema só foi resolvido no início da noite desta segunda-feira, 14, e com a ajuda de uma antiga técnica utilizada para encontrar veios d’água, a “forquilha”.

Após quatro dias sem fornecimento, moradores do Centro de Nova Veneza e comunidades vizinhas, devem começar a receber água nas próximas horas, onde desde sexta-feira, 11, estão sem o serviço da Casan.

Do local de saída do vazamento, nos arredores foram escavados dezenas de metros, mas o problema na tubulação estava em um local improvável, na margem rio Mãe Luzia, na SC-446, próximo ao Chuveirão.

A reportagem do Portal Veneza acompanhou de perto a operação, que utilizou equipes da Casan de Nova Veneza e Criciúma. Mas foi com a ajuda da “forquilha” que o local exato do rompimento foi descoberto. “Está aqui embaixo, tenho certeza,” afirmou o morador Fábio Thomasi de 42 anos.

Foi ele que operando a “ferramenta” feita com um galho, e conhecida também como radiestesia, palavra que significa “sensibilidade às radiações”, descobriu o local exato e improvável, a mais de 60 metros de onde a água vertia.

Antes que a retroescavadeira iniciasse os trabalhos, o vazamento foi também confirmado pelo técnico da Casan, Márcio Cipriano de Souza, operador do geofone, um equipamento utilizado para escutar as vibrações do solo.

Agora, a rede começa a ser abastecida gradualmente, devendo somente na madrugada normalizar totalmente.

Willians Biehl

Com o excesso de uso, a fonte localizada na Praça da Chaminé secou nesta segunda feira, 14.





Topo
NOSSAS NOTÍCIAS NO SEU E-MAIL
Receba uma vez por dia no seu e-mail, as notícias do Portal Veneza
Suas informações nunca serão compartilhadas com terceiros.