Acordei cedo!
Pensei na vida,
Nas flores do meu quintal,
No cachorro da rua,
Que insiste em latir,
E no senhor,
Que ainda ontem me cumprimentou!

Pensei no que perdi,
Em tudo que não tenho,
Mas ai lembrei,
Do que possuo,
E do mundo que ainda não conheço!

Lembrei que perdi um amor!
Perdi outro!
Mais um passou pelos olhos,
Mas ainda possuía a poesia!

Lembrei que talvez não teria tempo,
De fazer tantas coisas em um dia só!
Mas lembrei também,
Que era apenas terça feira!

Lembrei de minha mãe!
De minha amiga!
De todos que conheci,
E novamente do senhor que vi ontem!

Lembrei novamente do mundo!
Do café que tomei,
E da vida,
Que nas possibilidades,
Volta-se além,
Para as lembranças que ainda não possuo!

“Poesia escrita em um dia qualquer de um ano que não lembro qual foi”