Ano 2021
Colunistas Margarete Ugioni

Ano 2021

Finalmente chegamos em 2021, que sentimento leva as pessoas a festejar a chegada deste novo ano? Eu sei. Ter sobrevivido à pandemia do Corona vírus até então.

Graças a Deus não nos contaminamos, nem minha família nem meus parentes mais próximos. Teve uns que se contaminaram de forma mais branda, sem muitos sintomas nem sequelas.

Temos que agradecer e muito. No Brasil e no Mundo um grande número da população não teve a mesma sorte, sucumbiu diante da maldita doença.

A chegada do novo ano deu mais ânimo às pessoas, deu a esperança de que tudo vai melhorar, que a doença vai ser vencida graças à força conjunta dos órgãos de saúde do mundo inteiro. Acredito que nunca houve uma força tarefa tão abrangente em prol da saúde da humanidade. Se houve não foi no meu tempo, ou não se soube na mesma velocidade da informação que temos nos dias atuais.

Agradeço a Deus todos os dias pela saúde dos meus familiares. Agradeço mas também contribuo com cuidados necessários como sempre usar máscaras, evitar sair de casa e se precisar evitar aglomerações, usar álcool em gel ou lavar as mãos muitas vezes ao dia.

Mas a vida continua com ou sem vírus, já estamos mais perto da imunização com a chegada das vacinas, não custa um pouco mais de cuidado.

E com a chegada da vacina também estamos próximos do centenário de vida da minha sogra Amélia Picolo Ugioni. É um presente que Deus nos deu, sua sabedoria, coragem e trabalho é um exemplo de vida para todos nós.

A vida é um presente de Deus e dona Amélia foi abençoada e está chegando aos 100 anos com muita lucidez.

Então até mais, enquanto 23 de fevereiro não chega vou preparando uma matéria contando um pouco da vida da nossa querida noninha.

Maria Margarete Olimpio Ugioni

Todos os dias as notícias do
Portal Veneza no seu e-mail

Leia nossa política de privacidade para mais detalhes.